Logo BP Money
Criptomoedas: 51% dos latino-americanos já utilizaram ativos digitais, aponta pesquisa da Mastercard
AliExpress anuncia ampliação no número de voos para o Brasil
Web 3.0

Meta (META) irá lançar loja de roupa no metaverso

A empresa irá comercializar itens de marcas de grife, além de disponibilizar roupas gratuitas

por Alexandre Puga

22 de junho de 2022 14:21Atualizado em: 22 de junho de 2022 14:27
Meta (META) irá lançar loja de roupa no metaverso

A Meta (META) anunciou que irá lançar nas próximas semanas a primeira loja virtual de roupas do metaverso. A empresa se chamará Meta Avatars Store e irá comercializar itens das marcas de grife Balenciaga, Thom Brown e Prada. A loja estará disponível no Instagram, Facebook e Messenger, plataformas da Meta.

Além das roupas pagas, a Meta vai oferecer uma variedade de vestimentas gratuitas.

"Queremos permitir que todos apresentem a melhor versão de si mesmos, e é por isso que tornamos possível personalizar seu avatar com uma grande variedade de roupas e acessórios gratuitos", afirmou a Meta, em comunicado.

Mark Zuckerberg, CEO da Meta, em live realizada na segunda-feira (22), ressaltou que o objetivo é que o marketplace se torne um ambiente propício para a criação de novas marcas e surgimento de designers, para que eles possam vender suas criações voltadas para os avatares.

"A razão pela qual estamos fazendo isso é para que as pessoas se expressem e se conectem umas com as outras, e uma das formas que as pessoas fazem isso é por meio da moda. No metaverso, não seria diferente", afirmou o CEO da Meta.

Metaverso: relatório estima que gastos podem alcançar US$ 5 trilhões até 2030

A divulgação da criação da primeira loja do metaverso colabora com o relatório da consultoria norte-americana McKinsey & Company, que foi divulgado pela agência "Dow Jones Newswires''. De acordo com o estudo, os gastos globais anuais de empresas e consumidores relacionados a esse mundo podem chegar a US$ 5 trilhões até 2030.

O documento se baseia em várias análises, segundo a "Dow Jones", incluindo uma pesquisa com mais de 3.400 consumidores e executivos sobre a adoção do metaverso, seu potencial e seu provável impacto no comportamento. Os pesquisadores também entrevistaram construtores de metaversos e especialistas do setor. 

O relatório mostra o comércio eletrônico como a maior força econômica (US$ 2,6 trilhões) do metaverso, à frente de setores como aprendizado virtual (US$ 270 bilhões), publicidade (US$ 206 bilhões) e jogos (US$ 125 bilhões).