Logo BP Money
Criptomoedas: 51% dos latino-americanos já utilizaram ativos digitais, aponta pesquisa da Mastercard
AliExpress anuncia ampliação no número de voos para o Brasil
Web 3.0

Binance encerra parceria com operadora de Pix por problemas com saques

Após parceira de um ano e oito meses, a corretora de criptomoedas cortou relações com a Capitual

por Alexandre Puga

18 de junho de 2022 10:34Atualizado em: 18 de junho de 2022 10:46
Binance encerra parceria com operadora de Pix por problemas com saques

A corretora de criptomoedas Binance anunciou na tarde da última sexta-feira (18) o fim de uma parceria de um ano e oito meses com a Capitual, fintech que operava os depósitos e saques em reais via Pix dos clientes da exchange de criptomoedas. A decisão surge em meio ao bloqueio dos saques e depósitos em moeda brasileira na exchange. 

Em nota, a corretora de criptomoedas afirma que o bloqueio do serviço coincide com o fim do prazo imposto pelo Banco Central para que provedores do Pix implementem novas regras de identificação de clientes. Nesta semana, a exchange KuCoin, que também trabalha com a Capitual, anunciou mudanças no processo de KYC (sigla em inglês para Conheça Seu Cliente).

A Capitual afirma ter trabalhado nos nos últimos 45 dias para atender à determinação do Banco Central, e que as exchanges KuCoin e Huobi adequaram seus sistemas.

“No caso da Binance, o Capitual aguarda informações sobre essa adequação”, afirmou o banco digital.

No comunicado enviado à imprensa, a Binance se limitou a dizer que a troca do parceiro irá “garantir saques de clientes” enquanto a empresa toma medidas legais contra a Capitual e conduz a aquisição da corretora local Sim;paul, anunciada em março deste ano.

A corretora de criptomoedas informou, por meio do serviço de atendimento ao cliente, que pode levar até 72 horas para a regularização dos saques e depósitos via Pix – métodos como TED e DOC não estão disponíveis. 

A Binance ainda afirmou que a transição para um novo parceiro “com extensa experiência” poderá acontecer apenas “nas próximas semanas”. O nome do provedor ainda não foi anunciado. A exchange afirma que usuários podem obter saques por meio do sistema P2P, que implica na negociação com outra pessoa, que por sua vez deve depositar o valor em reais na conta bancária.