Logo BP Money
Apple (APPL34) e Kim Kardashian lançam nova coleção de fones
Locaweb (LWSA3) é “top pick” no setor, defende BofA
Web 3.0

Alta do Ethereum em julho é fruto da nova atualização, apontam especialistas

A mudança, chamada " The Merge", está marcada para 19 de setembro

por Alexandre Puga

27 de julho de 2022 14:31Atualizado em: 27 de julho de 2022 15:13
Alta do Ethereum em julho é fruto da nova atualização, apontam especialistas

O Ethereum (ETH) ganhou destaque em julho e já acumula alta de 50% no mês. Seu desempenho é melhor que o do Bitcoin (BTC), que não ultrapassou ganhos de 15% no mesmo período. De acordo com especialistas, a valorização é impulsionada pela expectativa em torno da atualização da criptomoeda, marcada para 19 de setembro

A atualização, denominada “ The Merge” (Fusão, em tradução livre), mudará o atual mecanismo de consenso de prova de trabalho (proof-of-work, ou PoW), que gasta bastante energia elétrica e é usado pelo Bitcoin (BTC), para o sistema de prova de participação (proof-of-stake, ou PoS), apontado como mais eficiente.

Além de reduzir o uso de energia da rede em 99,95%, alguns entusiastas da criptomoeda acreditam que a mudança deve gerar mais segurança e maior capacidade de processamento para o projeto.

Com a novidade se aproximando, e com o ethereum ganhando cada vez mais terreno, o portal “Cripto+” consultou alguns especialistas se no momento vale a pena investir na criptomoeda. E a resposta foi negativa, pelo menos por agora.

“Hoje é o rumor, é a especulação que está forçando essa alta. É importante lembrar que, quando chegar a Fusão, vai haver mais ETH no mercado, porque tem várias pessoas com ETH travado e podem querer vender. Então eu acredito bastante que logo após o Merge teremos uma queda considerável”, avaliou Ney Pimenta, CEO do marketplace de criptomoedas BitPreço.

“Mas, no médio e longo prazo, acredito que veremos um crescimento proporcionado pela tecnologia nova, especialmente em DeFi“, completou o executivo.

Consultado pelo “Cripto+”, o trader Vinícius Terranova relatou que o momento é delicado para a aquisição de Ethereum, visto que a criptomoeda está em uma zona de difícil transposição no par com o BTC, logo a tendência é que o ETH perca valor em relação à principal cripto do mercado.

“Não é um movimento natural para um mercado de queda. Resumindo: não compre Ethereum agora”, afirmou Terranova.