Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.

Brasília

Ministro descarta racionamento de energia

Redação BP Money em 14 de outubro de 2021 11:29
  • Albuquerque declarou que o governo não trabalha com a hipótese de racionamento de energia elétrica;
  • Chefe da pasta de Minas e Energia admitiu que atualmente ocorre a “maior crise hídrica da história do país”;
  • Ministro ressaltou também sobre perspectivas de evolução e desenvolvimento do setor.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, declarou nesta quinta-feira (14) que o governo não trabalha com a hipótese de racionamento de energia elétrica. A fala de Albuquerque aconteceu durante o 39º Encontro Nacional de Comércio Exterior (Eneax), por meio de um vídeo enviado pelo mesmo à edição virtual do evento, pela Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB).

No vídeo, o chefe da pasta de Minas e Energia admitiu que atualmente ocorre a “maior crise hídrica da história do país”, com forte impacto ao setor elétrico. "Estamos vencendo essa batalha. Com base nas mais recentes projeções apresentadas, não trabalhamos com hipótese de racionamento", disse. 

Albuquerque ressaltou também sobre perspectivas de evolução e desenvolvimento do setor de energia, com dados do Plano Decenal para o segmento, divulgado pelo ministério, que projeta investimentos de cerca de R$ 275 bilhões em geração centralizada e distribuída nos próximos anos, conforme o Valor Econômico.

Relacionadas