Logo BP Money
China: exportações crescem acima do esperado em julho
Golpes bancários disparam e devem gerar prejuízos bilionários em 2022
Brasil

Lula lidera pesquisas eleitorais, com 44% das intenções de voto; enquanto Bolsonaro tem 32%

O levantamento, que possui um índice de confiança de 95%, ouviu 2.000 pessoas face a face, entre os dias 28 e 31 de julho

Mage Cotait

por Mage Cotait

3 de agosto de 2022 11:42Atualizado em: 3 de agosto de 2022 11:45
Lula lidera pesquisas eleitorais, com 44% das intenções de voto; enquanto Bolsonaro tem 32%
Lula lidera pesquisas eleitorais, com 44% das intenções de voto/Foto:Divulgação

O Instituto Quaest, nesta quarta-feira (3), divulgou um levantamento sobre as intenções de voto das eleições presidenciais. A pesquisa mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue liderando as pesquisas, com 44% das intenções de voto, enquanto o presidente Jair Bolsonaro (PL) tem 32%. 

Em comparação com a última pesquisa presidencial e nacional feita pelo Quaest, Lula perdeu 1 ponto percentual, enquanto Bolsonaro (PL) ganhou 1 ponto percentual. A pesquisa não apontando para uma vitória de Lula (PT) em primeiro turno, o ex-presidente segue vencendo todas as simulações de segundo turno

No cenário principal, Ciro Gomes (PDT) vem logo atrás de Lula (PT) e Bolsonaro (PL), com 5% das intenções de voto. Ciro empata tecnicamente com André Janones (Avante), com 2%; com Simone Tebet (MDB), com 2% e com Pablo Marçal (Pros), com 1%. 

Intenções de voto  

A Quaest incluiu o nome de Luciano Bivar (União), deputado federal que abriu mão da disputa no último domingo (31). Enquanto a senadora Soraya Thronike (União) foi anunciada como candidata à Presidência pelo partido nesta terça-feira (2), porém o nome da senadora ainda precisa passar pela aprovação da sigla. 

Já em um cenário espontâneo, quando os eleitores podem apontar o nome de sua preferência sem uma lista prévia, Lula (PT), com 33%, e Bolsonaro (PL), com 26%, oscilaram na margem de erro. No mês anterior, o ex-presidente tinha 31% enquanto o atual, 24%

Dentro de um cenário de segundo turno entre Lula (PT) e Bolsonaro (PL), Lula (PT) oscilou negativamente dentro da margem de erro, foi de 53% para 51%, em relação à pesquisa do mês passado, enquanto Bolsonaro (PL) cresceu fora da margem, subiu de 34% para 37%. 

Em um cenário de Lula (PT) contra Tebet (MDB) no segundo turno, o ex-presidente manteve os 55%, enquanto a senadora oscilou de 20% para 22%. No mês passado, Ciro tinha 25% em um segundo turno contra Lula, que tinha 52%. Agora, o político do PDT tem 27%, e o petista, 51%. 

O levantamento, que possui um índice de confiança de 95%, ouviu 2.000 pessoas face a face, entre os dias 28 e 31 de julho. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-02546/2022 e custou R$ 139.005,86

O instituto Quaest tem uma parceria com a Genial Investimentos, a qual financia levantamentos para as eleições de 2022. As pesquisas são realizadas com entrevistas presenciais