Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Brasília

Como o descontrole fiscal pode afetar a economia?

Redação BP Moneyem 20 de outubro de 2021 22:00

    Apesar do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) garantir que o financiamento do Auxílio Brasil não vai furar o teto de gastos, há uma grande discussão do compromisso fiscal do governo com este programa social. 

    Em meio às incertezas, um possível desrespeito ao teto de gastos para viabilizar o Auxílio Brasil poderia gerar uma piora na percepção de risco do mercado financeiro. Vale ressaltar que um programa social, como o auxílio emergencial e o Auxílio Brasil, são de extrema importância neste momento no país, com tantos desempregados.  

    De acordo com o ministro da Cidadania, João Roma, o Palácio do Planalto trabalha para que a aprovação da PEC dos Precatórios seja o caminho para financiar o substituto do Bolsa Família, que segue sem ter detalhado a fonte de recursos. Apesar disso, a comissão especial da Câmara dos Deputados adiou a votação da proposta nesta quarta-feira (20). 

    Sem dinheiro internacional, há inúmeras consequências que podem vir a afetar negativamente a economia. Uma delas é a alta do dólar, que, consequentemente, pode acelerar a inflação e aumentar a dívida pública. 

    Quem reage em um cenário desses é o Banco Central (BC) com a elevação da taxa de juros, gerando, por fim, uma piora no quadro social. 

     

    Relacionadas