Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Brasília

‘A reforma do IR abasteceria o Auxílio Brasil’, diz Guedes

Leonardo Almeidaem 20 de outubro de 2021 20:22
  • Guedes fala sobre o Auxilio Brasil.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a Reforma do Imposto de Renda, na qual está parada no Senado, serviria como abastecimento dos programas sociais do governo. Durante evento da Exame nesta quarta-feira (20), o economista comentou sobre a “fórmula” do ministério para não ultrapassar o teto de gastos.

Guedes disse que a aprovação da PEC dos Precatórios abriria espaço no orçamento enquanto a reforma do imposto de renda “abasteceria os programas sociais”, respeitando assim o teto de gastos federal.

“O governo precisa renovar os programas sociais e estava sem a fonte, que é justamente os impostos sobre lucros e dividendos, a taxação de quem recebe rendimentos de capital, que hoje é zero e começariam a pagar 15%”, disse o ministro.

O ministro também explicou que, com demora na aprovação da reforma do IR, o governo teve que sair de um programa social de R$ 300, para criar um programa transitório de R$ 400.

“Já que não houve a aprovação da reforma do IR, não se trata mais de um programa permanente e robusto, se trata de criar uma camada transitória. Sendo transitória, dispensando essa fonte, nós podemos contar com o próprio aumento de arrecadação, porque não é um programa permanente, então é natural o governo gastar R$ 400 em vez de R$ 300”, completou.

Relacionadas