Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Empresas

Vibra e Ipiranga avançam sobre mercado da Raízen

Redação BP Moneyem 25 de novembro de 2021 18:51


    O volume ajustado de combustíveis consumido do ciclo de etanol e gasolina teve alta de1% durante o mês de outubro, enquanto o volume de diesel subia 4%, apesar da tendência de alta nos preços, informou o Santander. 

    Segundo o banco, comparando ano a ano, o volume mostra uma ligeira queda, graças ao aumento da mobilidade urbana e da atividade industrial. Outro relatório que trouxe informações sobre o assunto foi o levantamento mensal da consultoria StoneX, que destaca o protagonismo da gasolina daqui pra frente e aponta que o consumo brasileiro de gasolina e etanol deve crescer 5,5% neste ano frente a 2020, alcançando 52 bilhões de litros. 

    Diante deste cenário, o Santander afirma que a Vibra Energia (VBBR3), que opera os postos com a bandeira Petrobras, e a Ipiranga, do Grupo Ultra (UGPA3), aumentaram sua fatia no mercado do ciclo de Otto e com o diesel, ao passo que a Raízen (RAIZ4), que atua sob a bandeira Shell, e distribuidoras regionais perderam parte da sua importância.

    Relacionadas