Logo BP Money
Criptomoedas: 51% dos latino-americanos já utilizaram ativos digitais, aponta pesquisa da Mastercard
AliExpress anuncia ampliação no número de voos para o Brasil
Negócios

Vale (VALE3) e BHP rejeitam interesse da CSN (CSNA3) na Samarco

Informação veio após notícias de que a CSN estaria interessada em comprar a mineradora

por Redação BP Money

20 de junho de 2022 18:27Atualizado em: 20 de junho de 2022 18:32
Vale (VALE3) e BHP rejeitam interesse da CSN (CSNA3) na Samarco

A Vale (VALE3) e a BHP, proprietárias da mineradora Samarco, afirmaram que a mineradora “não está à venda”. A fala veio após serem veiculadas notícias de que a CSN (CSNA3) estaria interessada em comprar o ativo. O jornal “O Globo” informou, no domingo (19), o interesse da CSN na Samarco.

De acordo com uma fonte ouvida pela “Reuters”, a Companhia Siderúrgica Nacional está elaborando uma oferta de aquisição da Samarco Mineração e teria contratado a empresa de reestruturação RK Partners para elaborar uma proposta para comprar o controle da mineradora. A proposta será apresentada ao juiz do tribunal de falências que supervisiona a reestruturação da dívida da companhia. 

A Samarco se encontra em processo de recuperação judicial e ficou impossibilitada de pagar suas dívidas após o rompimento da barragem de Mariana, Minas Gerais. A Samarco interrompeu a produção e esperou até dezembro de 2020 para reiniciar parcialmente as operações 

Leia também: Vale (VALE3) deposita R$ 1,2 bilhão para acordo de reparação por Brumadinho

Em seu pedido de recuperação judicial de abril de 2021, a empresa listou cerca de R$ 50 bilhões em dívidas inadimplentes. Os planos de reestruturação de sua dívida foram rejeitados pelos detentores dos títulos da companhia. 

Na última sexta-feira (17), foi apresentada uma petição criticando a proposta de reestruturação da dívida dos detentores de títulos, apresentada em maio. A proposta inclui garantia de dois anos de estabilidade no emprego para funcionários e o pagamento de um dividendo extraordinário, em caso de antecipação da alta de lucros da empresa. Uma audiência de reconciliação está marcada para terça-feira (21).

A Vale e a BHP reafirmaram o apoio ao plano de reestruturação protocolado pelos sindicatos de empregados e outros credores. “Ambos acionistas estão focados nos preparativos para a audiência de conciliação amanhã e em garantir a sustentabilidade da Samarco e sua responsabilidade com os esforços de reparação, que não são endereçados pelo plano dos credores”, disseram em nota.