Logo BP Money
Prejuízo com o Pix? Bancos driblam novidade e têm resultados positivos
Apple (APPL34) e Kim Kardashian lançam nova coleção de fones
Negócios

QuintoAndar vence Loft em decisão de primeira instância em disputa por fotos

Em processo movido na justiça, startup acusa a rival de uso indevido de imagem e de alegar parceria com empresa que pertence à plataforma

Beatriz Pacheco

por Beatriz Pacheco

18 de abril de 2022 19:18Atualizado em: 31 de maio de 2022 11:26
QuintoAndar vence Loft em decisão de primeira instância em disputa por fotos
Reprodução/QuintoAndar

A QuintoAndar teve sua primeira vitória na justiça contra sua maior rival no mercado, a plataforma Loft, segundo apuração da “Agência Estado”.

A batalha entre as duas maiores startups de locação, compra e venda de imóveis no País vem sendo movida na justiça paulista pela QuintoAndar, que acusa a concorrente de estar usando fotos de seus imóveis e se dizendo parceira da imobiliária Casa Mineira, a maior daquele estado e que foi comprada pela reclamante em março do ano passado. 

No processo a que a reportagem teve acesso, a Loft estaria supostamente retirando marcas d’água de fotos da QuintoAndar para uso em seus materiais de publicidade. A acusação pede o pagamento de uma multa de R$ 50 mil ao dia. A decisão é de primeira instância, segundo informado pela “Agência Estado”, e a primeira referente ao caso, o que significa que ainda cabe recurso.

A QuintoAndar não comentou o caso. Já a Loft rechaçou todas as acusações. Segundo nota de esclarecimento da empresa enviada àquela coluna, foram apresentados “esclarecimentos preliminares no processo”. A startup também alega ainda não ter sido intimada da decisão judicial e que avaliará a possibilidade de recorrer.

QuintoAndar sob críticas por demissões 

Na última quarta-feira (13), matéria do jornal “O Estado de S.Paulo” informou que a startup teria demitido cerca de 20% do seu quadro de 4 mil funcionários. A empresa nega, alegando que o corte na verdade seria de 4% da sua equipe e que muitas pessoas foram realocadas.

Desde então, a QuintoAndar vem sendo criticada por promover a demissão em massa apenas oito meses após um investimento de R$ 420 milhões em publicidade no BBB22, reality da "TV Globo".