Logo BP Money
Criptomoedas: 51% dos latino-americanos já utilizaram ativos digitais, aponta pesquisa da Mastercard
AliExpress anuncia ampliação no número de voos para o Brasil
Negócios

Natura (NTCO3) projeta prévias para o primeiro trimestre de 2022 após tombo nas ações

A empresa relata queda entre 12,7% e 13,3% na receita líquida dos três primeiros meses do ano

por Redação BP Money

22 de abril de 2022 15:11Atualizado em: 31 de maio de 2022 11:26
Natura (NTCO3) projeta prévias para o primeiro trimestre de 2022 após tombo nas ações

A Natura (NTCO3) divulgou nesta sexta-feira (22) a prévia de resultados da companhia para o primeiro trimestre do ano. Os dados do desempenho da empresa do setor de beleza são revelados após os papéis da Natura na Bolsa despencarem cerca de 15% no último pregão, na quarta-feira, após rumores do vazamento do balanço.

A prévia estima que a receita líquida nos primeiros três meses do ano fique entre R$ 8,2 bilhões e R$ 8,25 bilhões, o que representa queda entre 12,7% e 13,3% na comparação anual. 

A Natura afirmou que “conforme divulgado anteriormente em relação aos resultados do quarto trimestre de 2021, continuamos a enfrentar pressões de custos como resultado do aumento da inflação e dos preços mais altos das commodities”. A companhia afirma que há melhorias nas receitas na Natura no Brasil, como resultado de um portfólio de produtos ofertados que acredita estar mais alinhado com as tendências de mercado. 

Os dados financeiros finais e completos serão divulgados no dia 5 de maio. Por volta das 15h (de Brasília), os papéis da Natura (NTCO3) recuavam 4,56% na Bolsa, a R$ 20,25.

Vazamento do balanço financeiro da Natura 

A Natura informou que tomou conhecimento no final da tarde de quarta-feira (20) de rumores de mercado e artigos publicados sobre o vazamento de informações sobre os resultados da companhia. A companhia explicou que na quarta-feira foram realizadas reuniões com analistas de mercado e a área de Relações com Investidores da empresa. 

As reuniões com investidores visavam prestar esclarecimentos e informações de como auxiliar os analistas a entender os negócios e as perspectivas da empresa. A Natura afirmou que “a companhia entende que as informações divulgadas na mídia refletem as interferências e projeções dos próprios analistas de mercado”.

Na quarta-feira, a XP compartilhou um relatório de análise dos resultados da Natura no primeiro trimestre do ano. A Avon foi a responsável pelo tombo na receita líquida do grupo, que só tem previsão para que a Avon comece a dar lucro no segundo semestre deste ano. A expectativa dos analistas para os três primeiros meses de 2022 era de uma receita líquida que ultrapassasse em pelo menos o dobro os números apresentados.