Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir
Logo BP Money
Drake perde mais de R$ 1 milhão após apostar em piloto da Ferrari na Fórmula 1
Paola Carosella: restaurante de chef é atacado nas redes após polêmica
Infleet: logtech baiana capta R$ 2,6 milhões com DOMO e Bossanova liderando
Negócios

Engie quer vender última termelétrica a carvão até junho

A companhia ocupa a 23ª posição na lista das 100 empresas mais sustentáveis do mundo.

por Redação BP Money

22 de janeiro de 2022 11:43
Engie quer vender última termelétrica a carvão até junho

A Engie Brasil Energia agora começa a concentrar seus esforços para se desfazer de sua última termelétrica que utiliza carvão como para geração de energia, a Usina Termelétrica Pampa Sul. A companhia ainda acrescentou que pretende concretizar a transação até junho de 2022. As informações são do Valor.

A térmica está localizada em Candiota (RS), com 345 megawatts (MW), ela possui capacidade de geração de energia para atender aproximadamente 1,3 milhões de pessoas. Contudo, o carvão não é mais o foco da Engie. Com capacidade instalada de 10GW e 69 usinas, a Pampa Sul responde a somente 3% da operação da geradora.

Neste ano, a companhia passou a fazer parte, novamente, da lista das 100 empresas mais sustentáveis do mundo, ocupando a 23ª posição, como foi dito pela consultoria canadense Corporate Knights. A colocação foi alcançada mesmo sem encerrar o processo de descarbonização.

Em agosto de 2021, a companhia vendeu o Complexo Termelétrico Jorge Lacerda (857 MW) à Fram Capital. Ela passou quase quatro anos para concluir a transação e chegou a cogitar encerrar as operações da térmica. Porém, isso não se aplica à Pampa Sul.