Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir
Logo BP Money
Imposto de Renda: Receita Federal libera consulta da restituição
Drake perde mais de R$ 1 milhão após apostar em piloto da Ferrari na Fórmula 1
Paola Carosella: restaurante de chef é atacado nas redes após polêmica
Negócios

Elon Musk divulga plano para combater contas falsas no Twitter (TWTR34)

Bilionário suspendeu acordo de compra da plataforma na última sexta-feira (13)

por Fabio Santiago

14 de maio de 2022 15:06
Elon Musk divulga plano para combater contas falsas no Twitter (TWTR34)

O bilionário Elon Musk anunciou, em sua conta no Twitter, a elaboração de um plano inicial para combater as contas falsas da plataforma. 

A postagem de Musk confirmou que o dono da Tesla montará uma equipe para avaliar o número de contas falsas na rede social, a partir da análise de 100 perfis aleatórios fornecidos pelo algoritmo da plataforma. 

“Qualquer processo sensato de amostragem aleatória é bom. Se muitas pessoas chegarem a resultados parecidos, de forma independente, para o percentual de contas falsas/spam/duplicadas, isso será revelador. Eu escolhi 100 como o número do tamanho da amostra, porque é isso que o Twitter usa para calcular o número de menos de 5% de contas falsas/spam/duplicadas”, postou o magnata.

A proposta de Musk consiste em analisar os primeiros mil seguidores das 100 contas que serão utilizadas no estudo, a fim de chegar a uma estimativa de quantos usuários, entre esses seguidores, possuem contas falsas.

A estimativa realizada pelo Twitter no início de maio indicava que menos de 5% dos usuários ativos e monetizáveis da plataforma possuíam contas falsas ou de spam, porém, a desconfiança desse resultado foi um dos principais fatores que fizeram a compra de US$ 44 bilhões ser suspensa pelo empresário.
 

Extermínio de contas falsas é principal plano de Elon Musk antes mesmo da aquisição

Desde o anúncio da possível aquisição, Musk confirmou que uma de suas prioridades seria remover os "bots de spam" da plataforma.

Além disso, ele também reforçou critérios sobre a liberdade de expressão na plataforma, que, para ele, seria um dos pilares para um bom aproveitamento dos serviços do Twitter.

A companhia afirma que persegue uma estimativa que seja realista, apesar de não garantir que ela esteja correta e admitir que pode ser maior. 

A problemática das contas falsas tem impacto no resultado financeiro da companhia, uma vez que as campanhas publicitárias que rentabilizam a plataforma têm valores variados, impossibilitando um real impacto monetário das contas falsas para o negócio.

Após o anúncio da suspensão da compra, o bilionário precisará buscar uma nova negociação para aquisição do Twitter.

De acordo com a rede social, Elon Musk terá que pagar uma taxa de US$ 1 bilhão à empresa, caso o bilionário desista definitivamente do acordo de compra.