Logo BP Money
Criptomoedas: 51% dos latino-americanos já utilizaram ativos digitais, aponta pesquisa da Mastercard
AliExpress anuncia ampliação no número de voos para o Brasil
Negócios

Edtech brasileira Beedoo chega ao México e supera a marca de 200 mil usuários

Startup oferece plataforma de comunicação para grandes empresas; no Brasil, conta com clientes como Mapfre, Cielo e Natura

por Redação BP Money

6 de maio de 2022 17:45Atualizado em: 31 de maio de 2022 11:26
Edtech brasileira Beedoo chega ao México e supera a marca de 200 mil usuários

A Beedoo, edtech brasileira, acaba de estrear no México com uma plataforma de treinamento, comunicação e engajamento, similar à uma rede social voltada para grandes empresas. No Brasil, o serviço já é utilizado por companhias como Porto Seguro, Mapfre, Cielo, Natura e Nespresso. Com o início da operação, a startup passa a superar a marca de 200 mil usuários.

Fundada há cinco anos em São Paulo, a Beedo é uma das principais editech presentes no mercado. Edtech é o termo empregado para se referir às startups que atuam de forma integrada nos setores de educação e tecnologia. Essas empresas oferecem soluções para o mercado com o objetivo de incorporar o uso da tecnologia tanto nos métodos de aprendizagem, como no gerenciamento de instituições. Para tal, desenvolvem ferramentas como softwares e aplicativos. 

Veja também: G4 Educação quer faturar R$ 150 milhões e estuda IPO

Veja também: Startup cria ferramenta de solução tecnológica para judiciário

No caso da Beedoo, a startup oferece uma plataforma que permite às empresas personalizarem uma rede social proprietária para realizar treinamentos. O produto segue um modelo white label, ou seja, não há necessidade de divulgação dos direitos autorais.

Nesse sentido, a plataforma funciona como um aplicativo de comunicação, possibilitando conversas particulares ou reuniões por voz e vídeo. Com ela, usuários conseguem postar comunicados, diretrizes e regras, e direcioná-las para departamentos específicos.

Além disso, a ferramenta atua no engajamento dos colaboradores de uma empresa com a proposta de gamificação. A funcionalidade permite, por exemplo, a criação de moedas virtuais, cujos valores são definidos pela própria empresa. Essas moedas podem ser trocadas por produtos em uma loja virtual, também dentro da plataforma. 

A perspectiva de expansão da Beedoo

Para os próximos anos, o objetivo da Beedoo é avançar para os setores de indústria, comércio e serviços, atuando principalmente nas equipes de campo das empresas. De acordo com Daniel Lima, CEO da Beedoo, a expectativa para a startup é dobrar de tamanho até o final do ano.
 
“Queremos levar nossa solução para outros nichos. Para isso, devemos oferecer em breve novas funcionalidades. A plataforma ficará ainda mais completa, assertiva e adequada para atender aos mais diferentes segmentos do mercado”, explica Lima.
 
O executivo se mostra bastante otimista com as inovações que estão para ser lançadas e com a estratégia de expansão da empresa, que tem como foco o mercado do Brasil e demais países da América Latina. 

“Estamos confiantes pois temos o aval de grandes clientes que já usam nossa tecnologia e porque as empresas que operam na América Latina precisam muito de plataformas de treinamento e comunicação como a nossa. Há muita oportunidade para ser explorada”, completa o diretor da Beedoo.