Logo BP Money
Apple (APPL34) e Kim Kardashian lançam nova coleção de fones
Locaweb (LWSA3) é “top pick” no setor, defende BofA
Negócios

Criptomoeda LUNA: conheça empresário que fez investidores perderem US$ 40 bi

A confiança sempre foi a marca registrada do promissor desenvolvedor formado em Stanford

por Redação BP Money

16 de maio de 2022 11:08Atualizado em: 31 de maio de 2022 9:32
Criptomoeda LUNA: conheça empresário que fez investidores perderem US$ 40 bi
Foto: Divulgação

Após semana turbulenta, a criptomoeda LUNA, que faz parte da rede Terra, chegou ao valor de uma fração de centavo. Mas quem é o criador do token que atingiu um valor de mercado de US$ 41 bilhões e viu chegar ao fundo do poço?

Do Kwon, um sul-coreano de 30 anos de idade fundou o projeto Terraform Labs em janeiro de 2018, do qual faz parte a criptomoeda LUNA. A confiança sempre foi a marca registrada do promissor desenvolvedor formado em Stanford. 

Ao longo de sua trajetória, Kwon se mostrou inabalável aos críticos e na defesa do que vendia como uma revolução do sistema financeiro descentralizado. Porém, tudo ruiu. 

De acordo com o Portal do Bitcoin, o preço do token chegou a ser cotado a US$ 0,002. Desvalorizado, o criptoativo abunda no mercado, à procura de compradores inexistentes: são mais 6 trilhões de tokens inundando as plataformas de negociação.

Colapso do projeto Terra impacta em outras criptomoedas

Com o colapso do projeto Terra, o restante do mercado de criptomoedas também foi impactado, perdendo mais de R$ 1 trilhão com a crise. São números como esse que mostram que Do Kwon empurrou para dentro do mercado um sistema que, no mínimo, tinha graves problemas.

Leia também: Bitcoin: El Salvador perde R$ 200 milhões após queda da moeda digital

Do Kwon: desenvolvedor promissor

Com o lema "confiança", Do Kwon sempre conseguiu fazer com que investidores comprassem suas ideias. Após passar parte inicial da vida em Seul, na Coreia do Sul, Do Kwon se mudou para os Estados Unidos para estudar ciência da computação na prestigiada universidade de Stanford.

Segundo o jornal Korea Economic Daily, Kwon trabalhou como engenheiro em grandes empresas de tecnologia, como a Microsoft e a Apple, ao mesmo tempo em que começou a se interessar pelo mundo das criptomoedas.

Já na Coreia, em 2018, criou a Terraform Labs. Com os contatos obtidos na trajetória corporativa, começou a atrair dinheiro de gestoras de capital de risco e lançou as criptomoedas do ecossistema Terra: Luna e UST.

Em meio ao sistema de UST, Do Kwon decidiu trazer bitcoin para a história e comprou US$ 3,5 bilhões da criptomoeda para a reserva da Luna Foundation Guard. A fundação tinha a responsabilidade de garantir que o lastro do UST se mantivesse sempre US$ 1.

A partir daí, quando a stablecoin perdeu seu lastro, a Luna Foundation Guard vendeu toda sua reserva de bitcoin para comprar os tokens UST que estavam sendo despejados no mercado. No entanto, o processo não foi suficiente para salvar a stablecoin. 

Nessa tentativa frustrada, além de não conseguir recuperar o preço do UST, a Fundação Luna também provocou a queda do bitcoin. Dessa forma, as criptomoedas do Terra desabaram em poucos dias, arrastando para baixo a reputação de Kwon.

Produto de Do Kwon entra forte no Brasil

A promessa de altos retornos sem riscos atraiu uma multidão de usuários e Terra, Luna e UST cresceram de status dentro da comunidade a ponto de fazer pessoas tatuarem na pele o logotipo do projeto.

No Brasil, Do Kwon conseguiu "entrar no país" por meio de YouTubers e influencers de criptomoedas que recomendavam incessantemente o produto. O que tornava o coreano cada vez mais arrogante. 

Por não aceitar críticas, Do Kwon começou a rebatê-las de maneira ofensiva, até ser apelidado pelos fãs de lunático. Nos últimos meses, Do Kwon também passou a atacar projetos concorrentes no mercado, como a stablecoin DAI da MakerDAO.

Passado de fracasso

Junto com o colapso do sistema Terra, veio à tona o passado de Do Kwon, acumulado de fracassos. Ele havia escondido, por exemplo, sua participação no surgimento de uma stablecoin que também fracassou.

Trata-se da BAC (Basis Cash) uma stablecoin algorítmica que o desenvolvedor criou sob o pseudônimo de Rick & Morty, uma referência ao desenho animado. Kwon seria o Rick e seu amigo cofundador, Morty.

De acordo com o CoinDesk, dois funcionários da Terraform Labs e Hyungsuk Kang, ex-engenheiro da empresa, confirmaram que o Basis Cash era um projeto paralelo de Kwon.

A criptomoeda foi criada no final de 2020 e da mesma forma como o UST, não conseguiu manter seu preço em US$ 1 – e caiu na vala do esquecimento no mercado.

Do Kwon apresenta plano de reestruturação da criptomoeda LUNA

Após dias em silêncio, Do Kwon veio a público para divulgar um plano de reestruturação de Luna. Porém, alguns especialistas apontam o projeto como tendo baixa chance de salvar a criptomoeda