Logo BP Money
Ikea inaugura primeira loja na América do Sul
Unipar (UNIP6) sobe 8,6% na B3, após reportar alta de 118% no lucro
Negócios

Berkshire Hathaway (BERK34) revela todos os investimentos do primeiro trimestre

Companhia de Warren Buffett também fez aportes na seguradora Markel e no grupo de mídia Paramount Global, além da Ally Financial, Celanese e McKesson e no CitiGroup

por Redação BP Money

18 de maio de 2022 9:36Atualizado em: 31 de maio de 2022 11:26
Berkshire Hathaway (BERK34) revela todos os investimentos do primeiro trimestre
Foto: Divulgação/ Berkshire Hathaway

A Berkshire Hathaway (BERK34) , do empresário norte-americano Warren Buffett, revelou na última terça-feira (18), todas as decisões de investimento da companhia no primeiro trimestre deste ano. A companhia gastou mais de US$ 51 bilhões em ações.

De acordo com um documento que foi protocolado na SEC (Securities and Exchange Comission, a SEC norte-americana), a Berkshire informou que comprou uma participação alta no Citigroup.

A companhia de Warren Buffett também fez aportes na seguradora Markel e no grupo de mídia Paramount Global, além da Ally Financial, Celanese e McKesson.

Anteriormente, a Berkshire Hathaway havia anunciado aportes financeiros na Chevron, Occidental, Petroleum e HP no primeiro trimestre. Buffett também adquiriu 4 milhões de ações da Apple.

A empresa também vendeu US$ 10 bilhões em ações, reduzindo a sua participação na Kroger e também na Verizon Communications. A Berkshire também eliminou investimentos nas empresas farmacêuticas Abbvie e Bristol Myers Squibb.

Berkshire Hathaway tem redução de 53% nos lucros do primeiro trimestre

A Berkshire Hathaway divulgou no final de abril que o lucro líquido da empresa teve um recuo de 53% no primeiro trimestre do ano. As cifras chegaram a US$ 5,46 bilhões, enquanto o montante alcançado no mesmo período de 2021 era de US$ 11,771 bilhões.

Em termos ajustados, o ganho por ação classe A caiu de US$ 7.638,00 a US$ 3.702,00, ficando aquém da previsão do mercado. O CEO Warren Buffett tentou tranquilizar os investidores afirmando que eles deveriam se concentrar nos lucros operacionais, que totalizaram US$ 7 bilhões no primeiro trimestre, registrando uma alta de 1% na base anual.

O cofre de guerra da Berkshire caiu para US$ 106 bilhões no final do primeiro trimestre. A carteira de ações da Berkshire Hathaway é avaliada em US$ 390 bilhões e tem uma valorização acumulada de 7% das classes A no ano.