Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir
Logo BP Money
Uber: motorista ganha mais de R$ 1 milhão após ajudar influencer roubada
Criptomoeda LUNA: conheça empresário que fez investidores perderem US$ 40 bi
Hotel brasileiro é eleito o segundo melhor do mundo em 2022
Negócios

Ações da Netflix fecham em queda de mais de 20% na Nasdaq  

A empresa estima 2,5 mi de novos assinantes no primeiro trimestre de 2022, mostrando desaceleração  

por Redação BP Money

21 de janeiro de 2022 18:29
Ações da Netflix fecham em queda de mais de 20% na Nasdaq  

A Netflix (NFLX34) anunciou seus resultados do último trimestre de 2021 depois do fechamento nesta quinta-feira (20), já com alguns números que superaram as estimativas dos analistas e outros que decepcionaram, fazendo com que as ações despenquem na Nasdaq. 

Os ativos da companhia recuaram 21,79%, cotados a US$ 397,50, na Nasdaq. O movimento começou no after market da bolsa americana na noite de ontem pouco depois resultado do serviço de streaming ser divulgado. Enquanto isso, os BDRs (Brazilian Depositary Receipts) NFLX34 despencaram 22,26% na B3, a R$ 43,30. 

A empresa obteve um lucro de US$ 1,33 por ação nos últimos três meses de 2020, comparado aos US$ 0,82 esperados pelo consenso Refinitiv. No mesmo periodo em 2021, o lucro por ação era de US$ 3,19 e foi puxado para baixo devido ao aumento de custos da empresa. O lucro líquido recuou 58% entre o terceiro e o quatro trimestre de 2021, indo de US$ 1,4 bilhão para US$ 607 milhões. Na comparação anual, no entanto, houve avanço de 11,9%. 

Já a receita foi bem em linha com o esperado, de US$ 7,71 bilhões, uma alta de 16% na comparação anual. 

Enquanto os números de novos inscritos no quarto trimestre foi de 8,28 milhões, versus 8,4 milhões esperados pelo consenso Refinitiv.  A Netflix fechou o ano de 2021 com 221,84 milhões de assinantes no mundo todo. 

A Netflix e os analistas previam uma alta expressiva de assinantes no final de 2021, quando a empresa lançou novos programas de TV e filmes que foram adiados para a segunda metade do ano. A Netflix lançou conteúdos como “Emily in Paris”, “Don’t Look Up”, “Red Notice” e “You”. 

A desaceleração do crescimento e, mais ainda, as projeções para o primeiro trimestre de 2022 desanimaram os investidores.