Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Bolsa

Resumo Semanal: Ibovespa sobe 2,6% com aprovação da PEC dos Precatórios

Mariana Puonzo e Leonardo Almeida em 3 de dezembro de 2021 20:00
  • Semana foi mercada por resultados ruins em indicadores como as retrações de 0,1% e 0,6% no PIB e produção industrial, respectivamente;
  • Variante Ômicron derruba mercados internacionais, mas Ibovespa se demonstra resiliente;
  • Dólar encerra semana cotado a R$ 5,67.

O Ibovespa acumulou alta de 2,6% na primeira semana de dezembro, iniciando o último mês de 2021 com o pé direito. O principal destaque do período foi a aprovação em dois turnos da PEC dos Precatórios pelo Senado, o texto ainda retornará para a Câmara dos Deputados para nova votação. Além disso, houve a divulgação da retração de 0,1% do PIB brasileiro no terceiro trimestre deste ano e o recuo de 0,6% na produção industrial de novembro, decepcionando o mercado e chegada da variante da Covid-19, Ômicron. O dólar acumulou alta de 1,48% ao longo desta semana.

Segunda

O Ibovespa encerrou em alta no pregão da segunda-feira (29), apesar de ter reduzido seus ganhos no fim da sessão. O benchmark se beneficiou da alta dos preços das commodities, o que alavancou a valorização de gigantes da Bolsa, como a Petrobras e a Vale. O mercado brasileiro seguiu atento aos desdobramentos da PEC dos Precatórios no Senado e às notícias da nova variante da Covid-19 no exterior.

Os economistas ouvidos pelo Banco Central para a elaboração do Boletim Focus “pioraram” novamente suas estimativas sobre a inflação no Brasil. A projeção para o avanço do IPCA sofreu reajuste para 10,15% neste ano, enquanto as expectativas sobre o índice para 2022 aumentaram para 5%.

Nos Estados Unidos, as bolsas recuperaram parte das perdas registradas na sexta-feira (26). 

No geral, os mercados mundiais se animaram após a repercussão de que as pessoas que contraíram a Ômicron, nova cepa do coronavírus, apresentaram leves sintomas. Além disso, especialistas apontaram que as vacinas existentes contra a Covid-19 provavelmente são eficazes na prevenção de casos da variante.

O Ibovespa encerrou a sessão com ganhos de 0,59%, aos 102.814 pontos. O volume negociado foi de R$ 24,4 bilhões. Já o dólar avançou 0,25% a R$ 5,610 para venda e R$ 5,609 na compra.

Terça

O Ibovespa encerrou em queda no pregão da terça-feira (30) e renovou sua pior pontuação do ano. O principal índice da B3 chegou a despencar mais de 2%, beirando os 100 mil pontos, mas controlou a baixa. 

A CCJ do Senado aprovou a PEC dos Precatórios por 16 votos favoráveis a 10 contrários. A proposta adia o pagamento de precatórios, decisões judiciais contra a União que já transitaram em julgado, permitindo a abertura de espaço fiscal de mais de R$ 100 bilhões.

Nos Estados Unidos, o mercado se atentou às falas do presidente do Banco Central norte-americano (Fed), Jerome Powell, sobre a inflação no país. O representante da instituição afirmou que o avanço do índice de preços não pode mais ser considerado transitório e que o programa de estímulos à economia pode ser encerrado antes que o esperado.

O Ibovespa recuou 0,87% na sessão, aos 101.915 pontos. O volume negociado foi de R$ 42,3 bilhões. Já a moeda norte-americana avançou 0,46% a R$ 5,635 na compra e R$ 5,636 na venda.

Quarta

Em sessão de forte volatilidade, o Ibovespa iniciou o mês de dezembro com queda na quarta-feira (1), beirando os 100 mil pontos e renovando novamente a sua pior pontuação do ano. 

O estado de São Paulo confirmou três casos da nova variante da Covid-19, a ômicron. Mesmo assim, o retorno dos lockdowns no Brasil ainda é descartado. 

Nos EUA, o mercado repercutiu as falas do presidente do Fed, Jerome Powell, sobre  acelerar a retirada de estímulos no país. A autoridade monetária  já diminuiu as compras em novembro e pode acelerar o tapering este mês, conforme sinalizou Powell. Desde que a pandemia começou, o banco vem adquirindo bilhões de dólares em títulos do Tesouro diariamente para aquecer a economia.

O Livro Bege do Fed apontou retomada da atividade econômica apenas moderada na maioria dos estados americanos. Segundo o Banco Central dos EUA, o desempenho foi contido pela falta de oferta e também pela mão de obra escassa em vários distritos, tendo os gastos com consumo crescido apenas moderadamente. 

O Ibovespa sofreu queda de 1,12% aos 100.774 pontos. O volume negociado foi de R$ 34,5 bilhões. O dólar avançou 0,63% a R$ 5,670 na compra e R$ 5,671 na venda.

Quinta

O Ibovespa saltou 3,66% no pregão da quinta-feira (2), marcando a maior alta do benchmark nos últimos 18 meses, que ainda encerrou acima dos 104 mil pontos pela primeira vez desde 25 de novembro. 

O Plenário do Senado Federal aprovou a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) dos Precatórios. A medida abre espaço fiscal de R$ 106,1 bilhões no Orçamento de 2022, segundo cálculos do Ministério da Economia, e viabiliza o aumento para R$ 400 no Auxílio Brasil. Para terminar sua tramitação, a pauta precisa voltar para a Câmara dos Deputados, por conta das alterações feitas no texto pelos senadores.

O PIB do Brasil recuou 0,1% no terceiro trimestre deste ano, ante ao segundo trimestre, entrando em recessão técnica por conta dos dois períodos consecutivos de baixa no avanço econômico. O indicador foi principalmente influenciado pela queda de 8,0% na agropecuária, além do recuo de 9,8% nas exportações de bens de serviços. Os dados são do Sistema de Contas Nacionais Trimestrais e divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Nos Estados Unidos, o PIB dos norte-americanos avançou 2,6% e elevou os ânimos dos investidores. Além disso, os pedidos de auxílio desemprego vieram abaixo do esperado pelo mercado. As solicitações registraram aumento de 28 mil e somaram 222 mil na semana encerrada em 27 de novembro.

O Ibovespa fechou em alta de 2,83%, aos 104.466 pontos. O volume negociado foi de R$ 35 bilhões. Já a moeda norte-americana recuou 0,19% na sessão, a R$ 5,660 na compra e na venda.

Sexta

Em sessão volátil, o Ibovespa encerrou com alta de 0,58% na sessão desta sexta-feira (3). A sessão foi marcada pela repercussão dos desdobramentos da PEC dos Precatórios, disparada das ações da Méliuz, constantes temores sobre a variante da Covid-19 e as falas do presidente do Federal Reserve (Fed) de Saint Louis, James Bullard, sobre a política monetária dos Estados Unidos.

A promulgação parcial da PEC dos Precatórios pode obrigar o governo federal a pagar a totalidade dos precatórios em 2022. Os senadores redigiram a PEC de modo a atrelar o novo espaço fiscal aos gastos sociais. Dessa forma, a PEC seria promulgada sem a previsão de um limite para pagamento das dívidas judiciais, e o governo teria a obrigação de pagar os precatórios em sua totalidade já em 2022.

A produção industrial brasileira recuou 0,6% em outubro em relação a setembro, acumulando o quinto mês de retração consecutivo, a expectativa era de alta de 0,6%. Em relação ao mesmo período do ano passado, a baixa foi de 7,8%, enquanto os especialistas esperavam uma queda de 5%.

As ações da Méliuz dispararam 32,95%, se beneficiando da divulgação da alta de 87% do valor bruto de mercadoria (GMV), somando R$ 923 milhões no mês de novembro.

Nos EUA, as bolsas encerraram com forte queda por conta do decepcionante resultado do relatório payroll. Em novembro foram criadas 210 mil novas vagas de emprego, ficando abaixo das 550 mil esperado pelo mercado. A taxa de desemprego ficou estável em 4,6%. A projeção era de que a taxa fosse para 4,5% em novembro.

O Ibovespa avançou 0,58% aos 105.069 pontos, o volume negociado foi de R$ 33,5 bilhões. O dólar encerrou com alta de 0,35% a R$ 5,679 na compra e R$ 5,680 na venda.
 

Relacionadas