Logo BP Money
Criptomoedas: 51% dos latino-americanos já utilizaram ativos digitais, aponta pesquisa da Mastercard
AliExpress anuncia ampliação no número de voos para o Brasil
Mercado

Petrobras (PETR4) abre em queda após troca do comando da estatal

Governo Bolsonaro optou por trocar o CEO da Petrobras na noite de segunda-feira (23)

por Redação BP Money

24 de maio de 2022 10:00Atualizado em: 31 de maio de 2022 11:26
Petrobras (PETR4) abre em queda após troca do comando da estatal

As ações da Petrobras (PETR4) abriram em queda de 3% no Ibovespa, principal índice acionário brasileiro. A queda é uma sinalização negativa do mercado em relação à troca de comando da estatal. Nos EUA, os ADRs da Petrobras caem cerca de 2% na abertura do pregão

Na última segunda-feira (23), o governo Jair Bolsonaro demitiu José Mauro Ferreira Coelho, que ficou apenas 40 dias no comando da empresa. Ele foi o terceiro no cargo desde o começo da administração do presidente Jair Bolsonaro. Roberto Castelo Branco e o general Joaquim Silva e Luna também passaram pelo posto.

O secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Caio Mario Paes de Andrade, que é próximo do ministro da Economia, Paulo Guedes, foi convidado para o posto.

O governo federal já demonstrou nos últimos meses que não está disposto a tolerar novos reajustes no preço dos combustíveis. Bolsonaro quer evitar reajustes da petroleira durante a corrida eleitoral, onde o atual presidente está em segundo nas pesquisas e perde para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no confronto direto.

A administração Bolsonaro pretende aplicar um mecanismo para fazer com que a Petrobras evite reajustar os preços dos combustíveis após trocas de comando da empresa e na véspera de períodos eleitorais.

Segundo o jornal "Folha de S.Paulo", a ideia é estabelecer faixas para o preço internacional do petróleo, considerando que a empresa não poderia fazer reajustes caso o preço do barril varie dentro do que foi delimitado.

Saiba mais sobre o novo presidente da Petrobras

O indicado ao cargo na Petrobras atua, até o momento, como secretário de desburocratização do Ministério da Economia, comandado pelo ministro Paulo Guedes.

Paes de Andrade possui formação em comunicação social pela Universidade Paulista, além de pós-graduação em administração e gestão pela Universidade de Harvard, e mestrado em administração de empresas pela Universidade Duke, nos EUA. 

De acordo com os documentos que anexam as recomendações do governo federal, Caio de Andrade já atuou em mais de 20 processos de fusões e aquisições de empresas, e fundou o Instituto Fazer Acontecer, do qual é conselheiro. A organização possui enfoque na transformação social de crianças e adolescentes do semiárido da Bahia, através da prática de esportes.