Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Bolsa

Ibovespa tem alta de 0,83% após adiamento da votação da PEC dos Precatórios

Redação BP Moneyem 24 de novembro de 2021 18:17
  • CCJ do Senado adia votação da PEC dos Precatórios para terça;
  • Inflação dos EUA soma maior alta dos últimos 31 anos;
  • Os preços do minério de ferro se mantêm elevados, elevando as ações da Vale e Usiminas;
  • Europa segue temendo novos lockdowns no continente, França registra 30 novos casos de Covid-19.

O Ibovespa avançou 0,83% no pregão desta quarta-feira (24), ampliando os ganhos da sessão anterior, quando saltou 1,50%. O mercado brasileiro repercutiu o adiamento da votação da PEC dos Precatórios na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado. Além disso, o minério de ferro segue em alta, após retomada das usinas na China, e alavancou o crescimento das ações de siderúrgicas.

A CCJ do Senado adiou a votação da PEC dos Precatórios para a próxima terça-feira (30), na semana que vem. A pauta foi retirada após pedido de vistas apresentado por quatro partidos, depois da apresentação do texto pelo relator Fernando Bezerra (MDB). Havia pressão dentro da Casa para que o parecer só fosse discutido em dezembro, enquanto o governo espera que a proposta seja debatida o quanto antes.

Bezerra apresentou o relatório com mudanças em relação ao texto aprovado na Câmara. O governo teve que ceder e aceitar alterações na proposta como parte da estratégia de reduzir a resistência de bancadas do Senado em relação à PEC. A nova versão da proposta mantém os pilares defendidos pelo Palácio do Planalto e pelo Ministério da Economia.

O relator chegou a afirmar na terça-feira (23) que uma das alterações do texto seria a mudança do Auxílio Brasil para um benefício permanente, antes da modificação do substituto do Bolsa Família tinha prazo para o fim de 2022. Além disso, Bezerra disse que incluiria uma determinação que abre espaço fiscal de R$ 90 bilhões.

O minério de ferro avançou 3,09%, a US$ 107,3 no mercado da China (DCE), o commodity segue avançando em meio a expectativas do retorno das usinas chinesas. Com a alta do metal, as siderúrgicas brasileiras se beneficiaram novamente, as ações da Usiminas (USIM5) esteve entre os maiores ganhos do Ibovespa com alta de 3,61%, enquanto os papéis da Vale (VALE3) avançaram 2,23%.

Nos Estados Unidos, o índice de inflação, que é referência para o Banco Central norte-americano(Fed), PCE, avançou 0,6% entre setembro e outubro, acumulando uma alta de 5% nos últimos 12 meses, sendo o maior aumento anual dos últimos 31 anos. As principais altas do mês passado foram registradas em bens duráveis e não duráveis, que mostraram aumentos de 1,2%.

O número de pedidos de auxílio-desemprego diminuiu de 71 mil para 199 mil, na semana encerrada em 20 de novembro. É o menor nível de pedidos do benefício desde novembro de 1969.

A leitura preliminar para o Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA no terceiro trimestre aponta para crescimento de 2,1%. A expectativa era de alta de 2,2%.

O mercado norte-americano digere a bateria de indicadores que foram antecipados por conta do feriado do Dia de Ação de Graças.

Na Europa, o mercado segue receoso com as retomadas de lockdowns no continente. A França reportou mais 30 novos casos de Covid-19 na terça, preocupando ainda mais o mercado.

O Índice de Gerente de Compras (PMI) IHS Markit registrou alta de 54,2% no mês passado, resultado acima das projeções feitas pelos especialistas ouvidos pela Reuters.

Ibovespa

O benchmark avançou 0,83% na sessão, aos 104.514 pontos. O volume negociado foi de R$ 26,5 bilhões.

Dólar

A moeda-norte americana caiu 0,25% no pregão a R$ 5,594 na compra e R$ 5,595 na venda.

Índice pela tarde

Às 17h00 (horário de Brasília), o principal benchmark da bolsa registrava alta de 1% aos 104.712 pontos. O dólar reduzia 0,25% a R$ 5,60.

Às 14h32 (horário de Brasília), o índice avançava 0,62% aos 104.339 pontos. O dólar tinha baixa de 0,18% a R$ 5,60.

Índice ao meio-dia

Às 11h47 (horário de Brasília), o Ibovespa tinha queda de 0,41% aos 103.234 pontos. O dólar recuava 0,11% a R$ 5,60.

Porém, a situação para o indicador mudou por volta do meio-dia. Às 12h00, o Ibovespa subia 0,14% aos 103.804. O dólar tinha alta de 0,02% a R$ 5,61.

Nesta quarta-feira (24), o Ibovespa opera em queda diante dos desdobramentos da PEC dos Precatórios. O senador Fernando Bezerra apresentou hoje o relatório sobre a proposta. O parecer confirma a permanência do programa Auxilio Brasil, substituto do Bolsa Família, mas não define qual será a fonte de recursos que irá custear o benefício. 

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) caiu 1,4 ponto em novembro, registrando 74,9 pontos, menor valor desde abril, quando apresentou 72,5 pontos, segundo divulgado pelo o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE) nesta manhã (veja mais aqui). 

Além disso, dados sobre a evolução da atividade econômica em cada região do país mostraram que os territórios apresentaram resultados diversificados no terceiro trimestre de 2021, na comparação com o segundo trimestre, conforme divulgou o Banco Central (veja aqui). 

Atualização

Às 11h11 (horário de Brasília), o Ibovespa tinha queda de 0,65% aos 102.975 pontos. O dólar subia de 0,05% a R$ 5,61. 

Entre os destaques desta manhã está a leitura do relatório da PEC dos Precatórios na Comissão de Constituição e Justiça do Senado.

Como foi a abertura do Ibovespa?

Às 10h14 (horário de Brasília), o Ibovespa recuava 0,43% aos 103.258 pontos. O dólar tinha queda de 0,28% a R$ 5,59. 

Nesta manhã desta quarta-feira (24), o Ibovespa opera em queda com investidores atentos aos relatório da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

O relator da proposta e líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB), afirmou nesta quarta-feira (24) eu fará seis mudanças no texto aprovado pela Câmara dos Deputados, entre elas a inclusão do Auxílio Brasil como benefício permanente (veja mais aqui). O parecer anterior previa que o substituto do Bolsa Família tinha validade até o fim de 2022, após o período eleitoral.

O deputado Marcelo Aro, relator da medida provisória (MP) que deu origem à arquitetura do Auxílio Brasil, realizou algumas mudanças no texto, que agora inclui o reajuste automático do valor do benefício pela inflação (veja mais aqui). A proposta ainda precisa passar por análise. 

No cenário corporativo, a TIM declarou não ter conhecimento sobre a proposta de compra de sua controladora pela norte-americana KKR (veja aqui). Nesta manhã, os papéis da companhia saltaram com a notícia de que o fundo estadunidense poderia elevar a oferta. Confira os destaques das empresas aqui

Pré abertura da Bolsa

O Ibovespa fechou o pregão de terça-feira (23) com um salto de 1,50%, revertendo as perdas da sessão anterior. O principal benchmark da Bolsa brasileira foi beneficiado pelo avanço das commodities que puxou a alta da Vale e da Petrobras. As ações da Braskem dispararam, liderando os ganhos do índice, após a Petrobras negar a venda de sua participação na companhia.

O destaque desta quarta-feira (24), no Brasil, é para a leitura do relatório na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do senador Fernando Bezerra da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios. Contudo, é esperado que haja concessão de vistas de senadores, fazendo com o que o texto seja votado na quinta-feira (25).

No exterior, os índices futuros norte-americanos registram perdas na manhã desta quarta-feira. No início da semana houve uma venda generalizada das ações do setor de tecnologia que gerou a alta dos juros do Tesouro dos EUA.

Os juros vêm avançando desde o anúncio de que Jerome Powell permaneceria como presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) na segunda-feira (22). À medida que os juros avançam, os papéis do setor de energia também registram altas. Na véspera, o Dow Jones subiu 194 pontos; contudo o S&P perdeu 0,17%; e o Nasdaq recuou 0,5%.

Ainda no radar, investidores aguardam a divulgação da ata da última reunião do FOMC, quando se iniciou o processo de tapering. Além disso, nesta manhã, será divulgada uma bateria de indicadores econômicos do país, como o PIB, os pedidos de seguro-desemprego, entre outros, devido ao feriado de quinta-feira.

Na Europa, o índice Stoxx 600, que reúne ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 economias europeias, sobe 0,4%. Os setores de petróleo e gás lideram os ganhos nesta manhã.

O Índice de Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) IHS Markit registrou alta de 54,2 em outubro, ficando maior que o esperado por economistas ouvidos pela Reuters. Para esse indicador, qualquer patamar acima indica expansão e abaixo, contração.

Além disso, na zona do euro, mais países cogitam a implementação do lockdown parcial para lidar com o novo avanço de infecções pela Covid-19. A França reportou mais 30 novos casos na terça-feira.

As bolsas asiáticas, por sua vez, seguem fechando com resultados variados entre si. A economia de Cingapura teve alta de 7,1% no terceiro trimestre de 2021, ante o de um ano antes. Segundo o InfoMoney, o resultado superou a expectativa oficial, que era de um avanço de 6,5%.

Já em relação às commodities, os preços do minério de ferro se mantêm elevados, devido à expectativa da retomada da produção pelas siderúrgicas asiáticas, após a implementação de controles rigorosos
 
Confira os principais índices às 7h50:
 
IFIX [-0,69]
 
ÁSIA
Nikkei 225 [-1,58%]
S&P/A SX 200 [-0,15%]
Hang Seng [+0,14%]
Shanghai [+0,10%]
 
EUROPA
DAX [-0,88%]
FTSE 100 [-0,11%]
CAC 40 [-0,57%]
SMI [+0,03%]
 
ÍNDICES FUTUROS EUA
S&P 500 VIX [+2,37%]
US 2000 [-0,74%]
US Tech 100 [-0,42%]
US 500 [-0,40%]
 
COMMODITIES
Ouro [+0,18%] US$ 1.787,10
Prata [+0,41%] US$ 23,692
Cobre [+0,67%] US$ 4,4540
Petróleo WTI [-0,41%] US$ 78,18
Petróleo Brent [-0,55%] US$ 81,87
Minério de ferro futuro [+0,64%] US$ 93,99

Relacionadas