Logo BP Money
Criptomoedas: 51% dos latino-americanos já utilizaram ativos digitais, aponta pesquisa da Mastercard
AliExpress anuncia ampliação no número de voos para o Brasil
Mercado

Ibovespa opera em queda, influenciado por Petrobras (PETR4); dólar avança

Desempenho do índice reflete troca na presidência da estatal e alta do preço do petróleo

Cintia Miyuki

por Cintia Miyuki

24 de maio de 2022 13:27Atualizado em: 31 de maio de 2022 11:26
Ibovespa opera em queda, influenciado por Petrobras (PETR4); dólar avança

O Ibovespa, principal índice acionário brasileiro, opera em queda nesta terça-feira (24). Às 13h25 (de Brasília), o índice registrava queda de 0,79%, por volta dos 109.471 pontos. O Ibovespa é puxado pela Petrobras (PETR4), que apresenta desempenho negativo após o governo federal anunciar mais uma troca na presidência da companhia. O dólar tem alta de 0,21%, a R$ 4,82.

Na segunda-feira à noite, o governo federal anunciou que José Mauro Ferreira Coelho havia sido demitido da presidência da estatal após ocupar o cargo por 40 dias. O novo indicado para a presidência da Petrobras é Caio Paes de Andrade, que atua como secretário de desburocratização do Ministério da Economia. 

Leia também: Petrobras (PETR4) pode levar cerca de um mês para trocar presidente

Com a notícia, as ações da Petrobras (PETR4) caem 4,24%, a R$ 31,17. Aprofundando as perdas, o petróleo Brent recua 0,14%, sendo negociado a US$ 110,65. Entre as maiores perdas do dia, se destacam as companhias aéreas, com CVC (CVCB3), Embraer (EMBR3) e Azul (AZUL4), que caem 5,22%, 4,91% e 4,46%, respectivamente. 

Na ponta positiva, 3R Petroleum (RRRP3) avança 2,84%, a R$ 44,92, enquanto  PetroRio (PRIO3) tem alta de  2,67%, a R$ 26,86. Vale (VALE3) tem teve alta de 0,43%, a R$ 83,28.

Repercute no Brasil a divulgação do IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15), indicador considerado a prévia da inflação oficial do Brasil. Segundo informações da FGV (Fundação Getúlio Vargas), o IPCA registrou alta de 0,59% em maio, a maior taxa para o mês desde 2016. O índice acumula alta de 4,93% e de 12,20% em 12 meses. 

Na China, as autoridades anunciaram a ampliação de medidas restritivas para conter o número de casos de coronavírus em Pequim. Com isso, as bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta terça-feira. 

Já na Europa, foram divulgados os PMIs (Índice dos Gerentes de Compras) de alguns países europeus e da zona do euro. No geral, os índices registraram queda. O PMI composto dos EUA, que engloba os setores industrial e de serviços, também caiu de 56 para 53,8 em maio.

O Ibovespa vai na mesma direção que as bolsas de Nova York, que operam todas em terreno negativo. Dow Jones tem baixa de 0,67%, enquanto S&P 500 e Nasdaq caem 1,44% e 2,49%, respectivamente.