Logo BP Money
Apple (APPL34) e Kim Kardashian lançam nova coleção de fones
Locaweb (LWSA3) é “top pick” no setor, defende BofA
Mercado

Ibovespa fecha em alta superando 105 mil pontos; dólar cai

Fim próximo do ciclo de alta de juros, sinalizado pelo BC, anima ações de varejo

por Redação BP Money

4 de agosto de 2022 17:49Atualizado em: 4 de agosto de 2022 17:52
Ibovespa fecha em alta superando 105 mil pontos; dólar cai
Ibovespa encerrou o dia na mesma direção dos índices da Ásia e Europa/Freepik

O Ibovespa encerrou esta quinta-feira (4) acumulando alta de 2,04%, a 105.892 pontos. O principal índice da bolsa brasileira reagiu à sinalização do Banco Central (BC) de que o ciclo de alta de juros no país está perto do fim, com um ajuste menor em setembro. O dólar caiu 1,23%, a R$ 5,21.

Na quarta-feira (3), o Copom (Comitê de Política Monetária) elevou a Selic em 0,5 ponto percentual, para 13,75%, maior patamar desde janeiro de 2017. Ainda assim, com a proximidade do fim do ciclo de alta de juros, um alívio na curva poderá ser observado, impactando as chamadas ações de crescimento, como de varejistas.

Não à toa, o destaque da sessão foi do setor de varejo, sensível a variações de taxas de juros. O Magazine Luiza (MGLU3) subiu 14,33%, com ações a R$ 3,35. Méliuz (CASH3) teve alta de 15,04%, a R$ 1,30. Via (VIIA3) encerrou com papéis valorizando 12,98%, a R$ 2,96.

Gol (GOLL4) e MRV (MRVE3) também foram destaques, com alta de, respectivamente, 14,35% e 12,63%. No caso da construtora, a alta também reflete a expectativa do fim de alta do juros, já que a venda de imóveis está ligada ao acesso a crédito. Nesse sentido, Cyrela (CYRE3) também encerrou o pregão com alta de 10,97%.

Por outro lado, os destaques negativos foram BRF e Minerva (BEEF3), com baixas de 2% e 1,63%, respectivamente. Ambas fazem parte do setor de proteína. JBS (JBSS3) acompanhou a movimentação, desvalorizando 0,73% no fechamento.

Outro destaque negativo foi a Braskem (BRKM5), que registrou baixa de 1,53%. Os papéis, que encerraram esta quinta-feira (4) a R$ 34,04, reagiram ao fato relevante divulgado pela empresa, sinalizando que a redução de Imposto de Importação de alguns produtos petroquímicos impactará negativamente em seus números no Brasil.

No setor de petróleo, PetroRio (PRIO3) se destacou de maneira negativa na bolsa de valores, com queda de 1,73%. As ações da Petrorecôncavo (RECV3) caíram 4,33%, enquanto a 3R Petroleum (RRRP3) registrou baixa de 0,18%. 

Por outro lado, a Petrobras (PETR3;PETR4) fechou o dia no verde, com altas de 1,54% e 0,97%, respectivamente. A estatal anunciou nesta quinta-feira (4) a redução de R$ 0,20 no preço do diesel.

Entre as companhias de mineração, Vale (VALE3) foi a única que encerrou em queda, de 0,58%. Usiminas (USIM5), CSN (CMIN3) e Gerdau (GGBR4) valorizaram, respectivamente, 5,69%, 4,27% e 3,16%.

No setor bancário, a quinta foi verde. Santander (SANB11) subiu 1,38%. Bradesco (BBDC4) teve alta de 1,84%. Itaú (ITUB4) e Banco do Brasil (BBAS3) viram seus papéis subirem 2,43% e 1,90%, respectivamente.

A Tim (TIMS3), que ativou hoje o 5G em toda a cidade de São Paulo, valorizou 2,46%. No mesmo setor, a Oi (OIBR3;OIBR4) também subiu, respectivamente, 10% e 4%. Na última quarta-feira (3) a 7º Vara Empresarial do Rio de Janeiro condicionou o fim da recuperação judicial da Oi à venda de mais um ativo da companhia.  

O Ibovespa encerrou o dia na mesma direção dos índices da Ásia e Europa. Nos Estados Unidos, Nasdaq opera em leve alta de 0,41%. Dow Jones e S&P 500 caem, respectivamente, 0,26% e 0,08%.