Logo BP Money
Criptomoedas: 51% dos latino-americanos já utilizaram ativos digitais, aponta pesquisa da Mastercard
AliExpress anuncia ampliação no número de voos para o Brasil
Mercado

Elon Musk anuncia acordo para internet nas escolas do Brasil e monitoramento da Amazônia

Musk participa de um encontro com o presidente Jair Bolsonaro no Hotel Fasano, em Porto Feliz (SP)

por Redação BP Money

20 de maio de 2022 11:33Atualizado em: 31 de maio de 2022 11:26
Elon Musk anuncia acordo para internet nas escolas do Brasil e monitoramento da Amazônia

O empresário Elon Musk divulgou em seu Twitter que está em território brasileiro nesta sexta-feira (20) para o lançamento da tecnologia Starlink, que deve conectar 19 mil escolas em áreas rurais à internet e fazer um monitoramento ambiental da Amazônia.

Musk participa de um encontro com o presidente Jair Bolsonaro no Hotel Fasano, em Porto Feliz (SP). A aeronave do fundador da Tesla pousou por volta das 9h em um aeroporto particular em São Roque (SP).

O encontro de Elon Musk com Bolsonaro foi costurado pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria. O governador do Amazonas, WIlson Lima, já havia revelado o interesse do empresário em fazer negócios na Amazônia.    

Elon Musk é acusado de assédio no mesmo dia da visita ao Brasil

A reunião ocorre no mesmo dia em que a revista norte-americana "Insider" revelou que Musk fez um acordo para pagar US$ 250 mil para uma comissária de bordo que trabalhava na tripulação de um de seus jatinhos, que o acusou de assédio sexual.

De acordo com uma amiga da comissária de bordo que foi entrevistada pela “Insider”, Musk chamou a funcionária para o seu quarto e pediu uma "massagem completa no corpo todo”. O empresário também propôs a compra de um cavalo para a comissária.

Musk negou as acusações. “É muito estranho que depois de 30 anos de carreira seja a primeira vez que uma denúncia de assédio sexual vem a tona”, afirmou o empresário.

O fundador da Tesla também está ligado a uma polêmica envolvendo a compra do Twitter. Elon Musk declarou que pode desistir da empreitada e pede mais informações sobre a quantidade de robôs (bots) na rede social. Caso a desistência se concretize, Elon Musk pode enfrentar uma batalha judicial.