Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir
Logo BP Money
Uber: motorista ganha mais de R$ 1 milhão após ajudar influencer roubada
Criptomoeda LUNA: conheça empresário que fez investidores perderem US$ 40 bi
Hotel brasileiro é eleito o segundo melhor do mundo em 2022
Mercado

Café com BPM: bolsas tentam se recuperar após anúncio do Fed

por Redação BP Money

27 de janeiro de 2022 9:01
Café com BPM: bolsas tentam se recuperar após anúncio do Fed

O Ibovespa fechou em alta de 0,98% na quarta-feira (26), superando o patamar dos 11 mil pontos. O índice foi beneficiado pelo avanço nos papéis da Petrobras, devido à elevação nos preços do petróleo, que chegou ao seu maior patamar desde 2014. Além disso, investidores voltaram suas atenções para a decisão dos Estados Unidos em relação à sua taxa de juros, que vieram dentro do esperado.

O destaque da sessão desta quinta-feira (27), são as falas do presidente Jair Bolsonaro, em que declarou não aceitar que o governo federal banques uma possível perda de arrecadação tributária dos Estados na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que deve ser deve ser apresentado ao Congresso em breve, como foi antecipado pelo InfoMoney.

O texto propõe que o governo permita reduzir ou zerar impostos federais ou estaduais que incidem sobre os preços de combustíveis, gás de cozinha e energia elétrica.

Os principais índices dos mercados internacionais operam de forma mista nesta manhã. Com destaque para a contração das bolsas asiáticas, à medida que os índices futuros norte-americanos têm desempenhos variados entre si.

As bolsas internacionais ainda estão digerindo os resultados da reunião do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA. Jerome Powell, presidente do Fed, destacou que houve uma piora na inflação, que deve se estender por mais tempo que o esperado. O chair da instituição adotou um tom mais “hawkish” (agressivo, de aumento de taxas) em seu discurso após a organização anunciar uma alta dos juros em breve.

Powell deu a entender que o banco responderá aos dados, disposto a debater sobre os aumentos das taxas em todas as reuniões até o final do ano. O mercado previa quatro altas de juros até terça-feira (25), mas agora estimam cinco elevações.

Após a declaração de Powell, os títulos do Tesouro com vencimento em dez anos registraram alta superior a 1,8%.

Na véspera, o Dow caiu 129 pontos, o Nasdaq ficou estável, enquanto o S&P contraiu 0,2%, como foi antecipado pelo InfoMoney.

Na Europa, os principais mercados tentam se recuperar, à medida que repercutem os anúncios do Fed. Mais cedo o índice Stoxx 600, que reúne ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 economias europeias, caiu, com o setor de tecnologia liderando as perdas.

Na Ásia, a maior parte dos papéis fechou em queda, com as ações da China despencando enquanto digerem os anúncios dos Estados Unidos. Na Coreia do Sul, as ações da Samsung caíram 2,73%, após a companhia reportar uma elevação de 53% no seu lucro operacional do quarto trimestre do ano passado.
 
Confira os principais índices às 8h00:
 
IFIX [-0,70%]
 
ÁSIA
Nikkei 225 [-3,11%]
S&P/A SX 200 [-1,77%]
Hang Seng [-1,78%]
 
EUROPA
DAX [-0,50%]
FTSE 100 [+0,41%]
CAC 40 [-0,21%]
SMI [-0,37%]
 
ÍNDICES FUTUROS EUA
S&P 500 VIX [-1,76%]
US 2000 [-0,29%]
US Tech 100 [+0,11%]
US 500 [+0,02%]
 
COMMODITIES
Ouro [-1,12%] US$ 1.821,42
Prata [-2,65%] US$ 23,177
Cobre [-1,16%] US$ 4,4625
Petróleo WTI [+0,07%] US$ 87,41
Petróleo Brent [+0,09%] US$ 87,41
Minério de ferro futuro [-0,42%] US$ 129,40