Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Bolsa

Bolsas europeias fecham em queda, puxada pela bolsa de NY

Redação BP Moneyem 14 de janeiro de 2022 14:55

    As principais bolsas europeias concluíram o último pregão da semana em queda, conduzido pelo andamento negativo das bolsas de Nova York que foram impactadas com a divulgação dos resultados trimestrais de alguns bancos.

    Acrescenta-se ao mercado norte-americano a divulgação dos dados sobre a atividade e sobre a confiança do consumidor que não registraram números robustos, reafirmando a expectativa do mercado de um cenário de aumento da taxa de juros pelo Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) em breve.

    O índice pan-europeu STOXX 600 terminou a  sessão regular em queda de 1,01%, aos 481,16 pontos, marcando sua pior semana desde o final de novembro.

    Nas bolsas, quase todos os setores e índices de ações regionais ficaram no vermelho nesta sexta-feira (14). Em Londres, o índice Financial Times recuou 0,28%, a 7.542,95 pontos. O índice DAX, em Frankfurt, caiu 0,93%, a 15.883,24 pontos.

    Já o índice CAC-40 de París, perdeu 0,81%, a 7.143,00 pontos. Em Milão, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,08%, a 27.543,96 pontos.

    O índice de Madri,Ibex-35, por sua vez, registrou baixa de 0,12%, a 8.806,60 pontos. Enquanto que em Lisboa, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,21%, a 5.636,79 pontos.

    O destaque negativo da sessão foi para o setor varejista, que teve o pior desempenho do dia, enquanto os papéis de petróleo foram os únicos a obter ganhos.

    Relacionadas