Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir
Logo BP Money
Imposto de Renda: Receita Federal libera consulta da restituição
Drake perde mais de R$ 1 milhão após apostar em piloto da Ferrari na Fórmula 1
Paola Carosella: restaurante de chef é atacado nas redes após polêmica
Mercado

Apple (AAPL34) perde posto de empresa mais valiosa do mundo

A Saudi Amarco, empresa estatal de petróleo da Arabia Saúdita, superou a companhia de tecnologia

por Daniel Gateno

13 de maio de 2022 8:43Atualizado em: 13 de maio de 2022 9:18
Apple (AAPL34) perde posto de empresa mais valiosa do mundo

A Apple (AAPL34) perdeu o posto de empresa mais valiosa do mundo nesta semana. A Saudi Aramco, empresa estatal de petróleo da Arábia Saudita, superou a companhia de tecnologia no valor de mercado do fechamento da última quarta-feira (11).

Na quinta (12), o valor da empresa saudita estava perto de US$ 2,383 trilhões, ante US$ 2,298 trilhões da Apple, de acordo com o Dow Jones Market Data.

Acostumada a receber investimentos tanto de varejo quanto institucionais, os investidores parecem estar reavaliando as oportunidades na companhia de tecnologia. Na quarta (11), a Apple teve o quarto pior desempenho no índice Dow Jones. A ação da Apple fechou em baixa de 2,69%.

Em janeiro, quando as ações de tecnologia estavam em um nível altíssimo, a Apple chegou a ter US$ 3 trilhões de valor de mercado no intraday.

Com a decisão do FED, o banco central norte-americano, de aumentar a taxa de juros dos EUA, as ações do setor de tecnologia estão menos atrativas para os investidores. Os papéis da Apple têm retração de 19,60% neste ano e 9,56% no mês. Na última quinta-feira (12), os papéis da Apple recuaram 2,69%.

Apple: Balanço corporativo supera previsão

A Apple registrou lucro líquido de US$ 25,01 bilhões no segundo trimestre fiscal de 2022. A companhia de tecnologia também registrou um recorde de receita no trimestre de março de US$ 97,3 bilhões, aumento de 9% na comparação com o ano passado.

"Os resultados recordes deste trimestre são uma prova do foco incansável da Apple em inovação e nossa capacidade de criar os melhores produtos e serviços do mundo", afirmou o CEO da empresa, Tim Cook, em comunicado.

"Estamos muito satisfeitos em ver a forte resposta dos clientes aos nossos novos produtos, bem como o progresso que estamos fazendo para nos tornarmos neutros em carbono em toda a nossa cadeia de suprimentos e nossos produtos até 2030", acrescentou o CEO da Apple