Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir
Logo BP Money
Imposto de Renda: Receita Federal libera consulta da restituição
Drake perde mais de R$ 1 milhão após apostar em piloto da Ferrari na Fórmula 1
Paola Carosella: restaurante de chef é atacado nas redes após polêmica
Mercado

Ações chinesas despencam com postura mais dura do Fed

A queda acompanhou a contração global.

por Redação BP Money

27 de janeiro de 2022 8:02
Ações chinesas despencam com postura mais dura do Fed

As ações chinesas foram para as mínimas em quase 16 meses e o iuan registrou sua maior queda em sete meses ante o dólar nesta quinta-feira (27). O recuo ocorreu em meio a preocupações de investidores globais sobre a possível reação agressiva do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) em relação à inflação.

O índice CSI300, que trata das maiores empresas listadas em Shenzhen e Xangai, registrou queda de 1,96%, para seu menor patamar desde 30 de setembro de 2020. Já o índice Xangai recuou 1,78%.

O índice CSI Smallcap 500 e o Chinext apresentaram perdas de 2,6% e 3,6%, respectivamente, de acordo com o Investing.

A queda acompanhou a contração global, após o chair do Fed, Jerome Powell, sinalizar que a inflação segue acima da meta de longo prazo da instituição e as questões da cadeia de oferta podem persistir mais que o esperado.

Os mercados chineses não abriram em 31 de janeiro por conta do feriado do Ano Novo Lunar, que dura uma semana.