Logo BP Money
China: exportações crescem acima do esperado em julho
Golpes bancários disparam e devem gerar prejuízos bilionários em 2022
Internacional

Payroll aponta criação de 528 mil empregos nos EUA em julho, acima do esperado

O consenso Refinitiv projetava a criação de 250 mil vagas e uma taxa de desemprego de 3,6%

por Redação BP Money

5 de agosto de 2022 9:48Atualizado em: 5 de agosto de 2022 10:23
Payroll aponta criação de 528 mil empregos nos EUA em julho, acima do esperado
Bandeira dos EUA | Foto: Freepik

Os EUA criaram 528 mil vagas de trabalho fora do setor agrícola em julho, de acordo com dados do Payroll, divulgado nesta sexta-feira (5). Com isso, o número de desempregados caiu para 5,7 milhões e a taxa de desemprego, para 3,5%.

O resultado do Payroll vem acima do esperado. O consenso Refinitiv projetava a criação de 250 mil vagas e uma taxa de desemprego de 3,6%. 

Assim, tanto o número de empregos não agrícolas quanto a taxa de desemprego voltaram aos níveis pré-pandemia, de fevereiro de 2020, segundo o BLS - Secretaria de Estatísticas Trabalhistas, órgão ligado do Departamento de Trabalho americano.

O órgão ainda afirma que a criação de vagas foi generalizada, liderada pelos setores de lazer e hospitalidade, serviços empresariais e cuidados de saúde.

Payroll e a importância para os mercados

O relatório de emprego dos EUA, também chamado de Payroll tem uma tradicional importância para os mercados. Ele não só traz dados completos sobre o mercado de trabalho no país, mas também ajuda a entender a sua situação econômica.

Leia também: PIB dos EUA cai 0,9% no 2T22; expectativa era de alta de 0,5%

O Payroll é divulgado mensalmente pelo BLS. Os dados são considerados pelo Fed (banco central norte-americano) para definir a taxa de juros dos EUA