Logo BP Money
Criptomoedas: 51% dos latino-americanos já utilizaram ativos digitais, aponta pesquisa da Mastercard
AliExpress anuncia ampliação no número de voos para o Brasil
Internacional

El Salvador perde mais de US$ 50 mi em investimentos com queda do Bitcoin (BTC)

Desde que o país adotou o Bitcoin como moeda oficial, o governo anunciou investimentos que perderam metade de seu valor

por Redação BP Money

15 de junho de 2022 16:24Atualizado em: 15 de junho de 2022 16:33
El Salvador perde mais de US$ 50 mi em investimentos com queda do Bitcoin (BTC)

O governo de El Salvador está sendo duramente afetado pela recente queda do Bitcoin (BTC). Nos últimos meses, o governo havia anunciado o investimento equivalente a US$ 100 milhões em Bitcoin, mas tal investimento perdeu mais da metade do valor com a queda do ativo. 

O mercado de criptomoedas está vivenciando uma semana preocupante. Nesta quarta-feira (15), o Bitcoin chegou a cair para a casa dos US$ 20.000, valor cada vez mais distante do recorde batido no final do ano passado, quando chegou a valer cerca de US$ 67.000. A volatilidade dos ativos decorre do ambiente macroeconômico desafiador, com o aumento da taxa básica de juros nos EUA no radar dos investidores e o consequente sentimento de aversão ao risco. 

Leia também: Fed sobe juros dos EUA em 0,75 ponto percentual, em linha com o esperado pelo mercado

O presidente de El Salvador, Nayib Bukele, havia anunciado por meio de seu Twitter a compra de 2.301 BTCs. Apesar da desvalorização do ativo, o presidente do primeiro país do mundo a adotar o Bitcoin como moeda oficial não pareceu intimidado com a situação do mercado. Em um tuíte publicado na terça-feira, Bukele deu a entender que a baixa pode representar uma oportunidade de compra. 

TWEET

De acordo com a agência de rating DBRS Morningstar, a quantia de El Salvador em Bitcoin representa apenas uma fração dos US$ 3,65 bilhão que o país tinha em reservas internacionais até o mês passado. 

El Salvador se torna o primeiro país do mundo a adotar o Bitcoin 

Em setembro do ano passado, o país da América Central adotou o Bitcoin como moeda oficial. No entanto, a população pareceu pouco confiante com a mudança e continuou preferindo o dólar, moeda utilizada em El Salvador há vinte anos. 

Leia também: Entenda as vantagens e desvantagens do Bitcoin como moeda oficial de El Salvador

Desde o último mês, o país tem sofrido com a baixa na cotação do Bitcoin, que está sendo pressionada pela alta inflação, pelas taxas de juros e pelo colapso da rede Terra (LUNA). Em maio, foi informado que o país havia perdido cerca de US$ 200 milhões com a desvalorização da criptomoeda. 

O FMI (Fundo Monetário Internacional) já havia alertado o país a ter cautela em relação ao criptoativo, principalmente por conta da volatilidade do mesmo. Com a quebra do mercado, El Salvador pode não conseguir arcar com sua dívida soberana, que já soma mais de US$ 24 bilhões.