Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Inovação

Merck quer uso emergencial de sua pílula contra covid

Redação BP Moneyem 1 de outubro de 2021 9:58
  • A farmacêutica Merck irá pedir autorização para o uso emergencial de sua pílula experimental contra a covid-19, a molnupiravir;
  • Para reforçar o pedido, a companhia divulgou que seu medicamento reduz o risco de morte e hospitalização em 50%;
  • Com o anúncio, os papéis da Merck saltaram 6,19% no pré-mercado;
  • O estudo contou com 775 adultos infectados por covid-19.

A farmacêutica Merck anunciou nesta sexta-feira (1º) que irá pedir autorização para o uso emergencial de sua pílula experimental contra a covid-19, a molnupiravir. Para reforçar o pedido, a companhia divulgou que seu medicamento reduz o risco de morte e hospitalização em 50%.

Os dados foram divulgados pela empresa e ainda não foram avaliados por outros cientistas.

Com o anúncio, os papéis da Merck saltaram 6,19% no pré-mercado.

O comprimido age com uma enzima que a Covid-19 utiliza para copiar seu código genético e se reproduzir. Segundo o estudo da farmacêutica, os pacientes que participaram do período de teste e ingeriram o medicamento em até 5 dias após o início dos sintomas tiveram metade da taxa de morte e hospitalização em relação aos que receberam o comprimido inativo.

O estudo contou com 775 adultos infectados por covid-19 leve, moderada, e ainda aqueles que eram considerados de maior risco para desenvolver um quadro grave.

Quanto aos efeitos colaterais, de acordo com o G1, a empresa não especificou quais efeitos foram relatados.

Relacionadas