Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Inovação

Gigantes do mercado que começaram como startups

Luiza Gonçalvesem 2 de outubro de 2021 17:30
  • No Brasil, o mercado de startups registrou recordes em crescimento;
  • Nos EUA os investimentos em startups registraram um montante de aproximadamente US$ 150 bilhões;
  • Apesar do cenário econômico apresentando intensas variações pelo mundo, o mercado de startups registrou grandes avanços entre 2019 e 2021.

Apesar do cenário econômico apresentando intensas variações pelo mundo, o mercado de startups registrou grandes avanços entre 2019 e 2021. Seguindo essa crescente, vale destacar as grandes empresas que começaram como startups trazendo soluções inovadoras ou aprimoradas, como o Google, Netflix e Linkedin.

No Brasil, o mercado de startups registrou recordes em crescimento, segundo o levantamento “Inside Venture Capital Brasil”, até novembro de 2020 as companhias acumularam cerca de US$ 2,87 bilhões (R$ 14,9 bilhões).

Os investimentos em venture capital – os que são focados em negócios com potencial de forte crescimento- foram distribuídos em 426 aportes em empresas brasileiras.

Já nos Estados Unidos, onde o mercado de startups já é mais consolidado, os investimentos registraram um montante de aproximadamente US$ 150 bilhões (R$ 780 bilhões) somente no primeiro semestre de 2021. O país tem um grande número de empresas de tecnologia com potencial para se tornarem grandes empresas.

A Google é um exemplo, criada em 1998, a startup não apresentava uma ideia “original”, pois se tratava de um site de busca num momento em que existiam dezenas na internet, contudo, ela foi além da proposta inicial e conseguiu transformar o modo como as pessoas navegam na internet. Entre abril e junho deste ano a empresa faturou US$ 50,44 bilhões (R$ 262,2 bilhões).

Já a Netflix nasceu em 1997, com a ideia de lançar o primeiro serviço de aluguel de DVDs por e-mail. No primeiro momento a ideia parecia ser desconexa da realidade, mas a companhia deu seguimento e com o passar dos anos, quando a banda larga se popularizou e as TVs passaram a se conectar à internet, a empresa mudou o negócio e passou de mídia física para online.

Agora ela oferece serviço de streaming e movimenta bilhões de dólares, no segundo trimestre de 2021 a empresa teve receita de US$ 7,3 bilhões (R$ 37,9 bilhões).

O Linkedin, por sua vez, foi lançado em 2003 e comprado pela Microsoft em 2016. A empresa é considerada a maior rede profissional do mundo, com cerca de 550 milhões de usuários.

 

Relacionadas