Economia

‘Rússia pode atacar Ucrânia a qualquer momento’, diz EUA

Jennifer Rene classificou a crise no leste europeu como “muito perigosa”.

por Redação BP Money

18 de janeiro de 2022 15:40Atualizado em: 31 de maio de 2022 9:21
‘Rússia pode atacar Ucrânia a qualquer momento’, diz EUA
Foto: (Foto: reprodução Getty Images)

A Secretária de Imprensa da Casa Branca dos Estados Unidos, Jennifer Rene, afirmou na tarde desta terça-feira (18) que a diplomacia americana espera um ataque da Rússia a Ucrânia “a qualquer momento”.

A porta-voz da Casa Branca no governo Joe Biden acrescentou que a crise no leste europeu é “muito perigosa”, se referindo a tensão entre Rússia e Ucrânia na fronteira entre os países, que estão em seu ponto mais alto dos últimos anos, com uma tropa russa a postos próxima à fronteira entre as duas nações, levantando temores de que Moscou possa iniciar uma invasão nas próximas semanas ou meses.

“Recebemos informações que a Rússia estaria preparando uma evacuação de seus embaixadores e familiares da embaixada deles na Ucrânia no fim de dezembro, mas ainda não temos certeza dos motivos por trás da decisão”, afirmou a porta-voz durante a coletiva.

De acordo com comunicado, Psaki ressalta que as sanções seguem sendo estudadas pela Casa Branca contra a Rússia, caso a invasão se concretize.

O presidente Joe Biden disse ao presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, em um telefonema em janeiro de 2022, que os EUA e seus aliados “responderão de forma decisiva se a Rússia invadir ainda mais a Ucrânia”.

Enquanto que o secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan, Jens Stoltenberg, havia afirmado no fim do ano passado que “a Rússia terá um preço alto a pagar” se ela invadir novamente a Ucrânia, um parceiro da Otan.

“Temos uma ampla gama de opções: sanções econômicas, sanções financeiras, restrições políticas”, disse Stoltenberg, em entrevista à CNN em 1º de dezembro.

Índices norte-americanos

Durante a coletiva, os índices americanos aprofundaram o viés de queda, com o índice Nasdaq puxando a fila e caindo 2,37% perto das 15h00, enquanto o S&P500 e o Dow Jones recuavam 1,97% e 1,75%. O índice Dólar DXY acentuou a alta, avançando 0,63%, puxando o dólar futuro na B3, que avança 1,07%, cotado a R$5,591. (GD/CT)