Logo BP Money
China: exportações crescem acima do esperado em julho
Golpes bancários disparam e devem gerar prejuízos bilionários em 2022
Economia

Produção de petróleo caiu 2,6% em junho na comparação com mesmo mês de 2021, diz ANP

A produção de petróleo no Brasil foi de 2,828 milhões de barris por dia em junho

por Redação BP Money

5 de agosto de 2022 9:00Atualizado em: 5 de agosto de 2022 9:02
Produção de petróleo caiu 2,6% em junho na comparação com mesmo mês de 2021, diz ANP
Petrobras liderou a produção de petróleo | Foto: Divulgação / Petrobras

A produção de petróleo no Brasil foi de 2,828 milhões de barris por dia em junho, uma queda de 2,6% na comparação com o mesmo mês de 2021 e 1,8% abaixo da produção de maio, segundo informações da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), divulgado nesta quinta-feira (4). 

Além da produção de petróleo, a ANP também divulgou a produção brasileira de gás natural, que ficou em 133 milhões de metros cúbicos por dia, redução de 2,1% na comparação com um ano atrás e 0,9% abaixo do registrado em maio.

No total, a produção de petróleo e gás natural em junho foi de 3,664 milhões de barris de óleo equivalente por dia (MMboe/d), dos quais 2,759 MMboe/d ou 75,3% vieram de 126 poços no pré-sal.

Em junho, no pré-sal, houve redução de produção de 1,7% na comparação interanual e queda de 2,7% na comparação com o mês imediatamente anterior.

Considerada toda a produção de petróleo em junho, 93,6% foi operada pela Petrobras. A segunda maior operadora foi a Total Energies, com 2,4%, logo depois aparecem Trident Energy, 0,7%, e PetroRio, 0,6%. 

Já no caso do gás natural, a Petrobras aparece no topo com 89,9% da produção operada, seguida de Eneva (5,3%), Total Energies (1,6%) e Origem Alagoas (0,7%). Em ambos os casos, pouco mais de 2,5% da produção é dividida entre operadores menores.

Produção de petróleo por região

Na produção por região, 77% em junho veio do Rio de Janeiro, seguido do Espírito Santo (11%), São Paulo (9%), e Rio Grande do Norte e Bahia, ambos com 1% do total.

Com relação ao gás natural, 60% foi produzido no Rio, enquanto 13% veio de São Paulo, 10% do Amazonas, 7% do Espírito Santo e os 10% restantes de outros estados.

Maior produção de petróleo ocorre no campo de Tupi

De acordo com o boletim da ANP, o campo de Tupi, na Bacia de Santos, registrou a maior produção de petróleo do país, 714 mil barris por dia. Tupi, informou a ANP, também teve produção média de gás natural de 33,1 milhões de metros cúbicos por dia e foi o campo com o maior número de poços produtores. O campo é operado pela Petrobras.

Leia também: Petrobras (PETR4): Cade adia julgamento sobre venda da Reman

Individualmente, a plataforma FPSO Carioca, também da Petrobras, registrou a maior produção de petróleo naquele mês: 172,9 mil barris por dia retirados de quatro poços nos campos de Sépia, Sépia Leste e Sépia Eco.