Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Dinheiro

Positivo faz parceria para lançar celular de R$ 1,5 mil

DANIELE MADUREIRAem 26 de outubro de 2021 8:58
  • Positivo fecha parceria com a fabricante chinesa de celulares Transsion Holdings;
  • Companhia lançará no Brasil smartphones da marca Infinix na categoria intermediária;
  • O primeiro aparelho é o Note 10 PRO, com preços de R$ 1.499 (128 GB) e R$ 1.699 (256 GB).

A fabricante de produtos eletroeletrônicos Positivo Tecnologia anunciou nesta segunda-feira (25) parceria com a fabricante chinesa de celulares Transsion Holdings, uma das seis maiores do mundo, para lançar no Brasil smartphones da marca Infinix na categoria intermediária, com preços de R$ 1.000 a R$ 2.999.

O primeiro aparelho é o Note 10 PRO, com preços de R$ 1.499 (128 GB) e R$ 1.699 (256 GB). O produto já está disponível a partir de hoje para venda na Casas Bahia e no Ponto, redes varejistas da Via. A partir de dezembro, também estará disponível na operadora Vivo.

Um dos diferenciais é a oferta de dois anos de garantia. O produto tem tela de 6,95 polegadas, 8 giga de memória RAM, armazenamento de 256 gigabytes, quatro câmeras, autonomia suficiente para 142 horas de reprodução de música, 58 horas de ligação ou 11 horas de jogo. O Infinix recebeu este ano o prêmio iF Design Award, um dos principais da categoria de design no mundo.

O smartphone não atende a tecnologia 5G, que ainda não disponível no Brasil. As empresas que vão operar a tecnologia serão anunciadas após leilão marcado para o próximo dia 4 de novembro.

"Estávamos buscando um parceiro para smartphones há muito tempo, um mercado que está dividido hoje entre dois players de fabricação nacional", disse o presidente da Positivo Tecnologia, Hélio Rotenberg, referindo-se à Samsung e à Motorola. No início do ano, a coreana LG decidiu parar de fabricar smartphones e fechou sua fábrica em Taubaté (SP).

A Infinix vai concorrer diretamente com o Motorola Edge e o Samsung A72. Com a Inifix, a ideia é lançar oito modelos, todos na categoria intermediária, na qual a empresa não trabalhava. A companhia só tinha celulares da marca Positivo, mais básicos (com preços de R$ 499 a R$ 699), e a marca Quantum, direcionada a maquininhas de cartão com smartphone.

Rotenberg garantiu que, como a escassez de chip no mercado já ocorre há algum tempo, a Positivo procurou se preparar para o lançamento e não vai faltar produto - tanto para a Black Friday (26 de novembro), quanto para o Natal.

Uma equipe de 50 engenheiros da Transsion passou seis meses no Brasil para desenvolver o produto. A Positivo não informa o investimento ou a duração da parceria com a chinesa, mas será de longo prazo, segundo Rotenberg.

A Transsion tem forte atuação em mercados emergentes, segundo a Positivo. Na Rússia, a marca conquistou 8% do mercado em dois anos e, na Índia, 12% em cinco anos.

Relacionadas