Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir
Logo BP Money
Imposto de Renda: Receita Federal libera consulta da restituição
Drake perde mais de R$ 1 milhão após apostar em piloto da Ferrari na Fórmula 1
Paola Carosella: restaurante de chef é atacado nas redes após polêmica
Economia

‘Não queremos guerra', diz Rússia em meio a tensão com Ucrânia

Rússia descarta entrar em guerra contra Ucrânia

por Redação BP Money

28 de janeiro de 2022 15:08
‘Não queremos guerra', diz Rússia em meio a tensão com Ucrânia

A Rússia enviou nesta sexta-feira o sinal mais forte até agora de que está disposta a se engajar com as propostas de segurança dos Estados Unidos e reiterou que não quer guerra por causa da Ucrânia.

O ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, afirmou que Moscou não vai iniciar uma guerra, mas também não permitirá que o Ocidente atropele seus interesses de segurança em meio a temores de que os russos estejam planejando invadir a Ucrânia.

"Não haverá uma guerra no que depender da Federação Russa, não queremos uma guerra", disse Lavrov, durante entrevista ao vivo a emissoras de rádio russas. "Mas não vamos permitir que nossos interesses sejam atropelados de forma rude e ignorados."

A situação de desentendimento entre as nações foi provocada com o ato da Rússia de acumular dezenas de milhares de tropas próximas à fronteira com a Ucrânia enquanto pressionava por demandas para redesenhar os acordos de segurança pós-Guerra Fria na Europa. A ação fez o país norte-americo juntamente com a Ucrânia acreditarem que este possa ser o passo inicial de uma guerra.

As tensões no Leste Europeu ganharam força nas últimas semanas, e os EUA e aliados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) temem que a concentração de cerca de 100 mil soldados russos perto da fronteira ucraniana seja um sinal da intenção de Moscou de atacar o país vizinho.