Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.

Dinheiro

Limitação do Pix é ineficaz contra roubos, diz BC

Redação BP Moneyem 18 de setembro de 2021 9:30
  • Entidade paulista argumentou que, desde chegada do Pix, houve aumento no número de sequestros e roubos;
  • O BC já havia reforçado medidas de seguranças em agosto, limitando transferências durante a noite.

O Banco Central afirmou que o pedido da Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP) para limitar transferência Pix a R$ 500, seria ineficaz contra crimes que acontecem de forma externa do sistema. O órgão paulista havia apresentado nesta quarta-feira (18) que  houve um aumento de sequestros e roubos desde a chegada do mecanismo.

A quantidade de crimes em que o Pix é utilizado para tirar dinheiro da vítima já havia sido um alerta a entidade. No dia 27 de agosto o BC anunciou medidas para reforçar a segurança do usuário, dentre elas o limite de mil reais para transações entre pessoas físicas das 20h até às 6h.

O BC também determinou um prazo mínimo de 24h e máximo de 48h para que as instituições autorizem pedidos dos usuários para aumentar os limites de transferência pelo Pix.

Relacionadas