Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Dinheiro

Inflação anual russa tem maior patamar desde 2016

Redação BP Moneyem 8 de dezembro de 2021 14:30

    Dados divulgados nesta quarta-feira (8) revelaram que o índice de preços ao consumidor da Rússia avançou 8,4% em novembro na relação anual, maior patamar desde o início de 2016. 

    A alta criou ainda mais pressão para que o banco central do país eleve os juros novamente, o que deve acontecer já na próxima reunião de política monetária, em 17 de dezembro. A taxa - atualmente em 7,50% - sofre com a inflação, que está acima da meta de 4% há mais de um ano e mostra fracos indícios de desaceleração.

    Na conferência Reuters Next, realizada na semana passada, a presidente do banco central russo, Elvira Nabiullina, afirmou que subestimar os riscos da inflação seria um erro prejudicial à política monetária. Ainda segundo ela, a instituição pretendia  subir as taxas de juros em até 100 pontos-base na próxima sexta-feira (17).

    Relacionadas