Logo BP Money
Criptomoedas: 51% dos latino-americanos já utilizaram ativos digitais, aponta pesquisa da Mastercard
AliExpress anuncia ampliação no número de voos para o Brasil
Economia

Imposto de Renda: Receita libera consulta ao 2º lote de restituição nesta quinta (23)

Vale salientar que o lote inclui restituições residuais de anos anteriores do Imposto de Renda

por Redação BP Money

23 de junho de 2022 11:07Atualizado em: 23 de junho de 2022 11:14
Imposto de Renda: Receita libera consulta ao 2º lote de restituição nesta quinta (23)

A Receita Federal liberou, nesta quinta-feira (23), a consulta ao segundo lote de restituição do Imposto de Renda 2022. Vale salientar que o lote inclui restituições residuais de anos anteriores.

Ao todo, 4.250.448 contribuintes receberão o total de R$ 6,3 bilhões desse lote da restituição do Imposto de Renda. Desse montante,?R$ 2.697.759.582,31?serão pagos aos contribuintes com prioridade legal, sendo 87.401 idosos acima de 80 anos de idade; 675.495?entre 60 e 79?anos; 48.913?contribuintes?com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 661.831?contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

O restante do lote será destinado a 2.776.808?contribuintes não prioritários que entregaram declarações de exercícios anteriores até 19 de março deste ano. O dinheiro será pago no próximo dia 30 de junho. 

Como realizar a consulta?

A consulta pode ser feita na página da Receita Federal. O contribuinte deve clicar no campo "Meu Imposto de Renda" para, em seguida, clicar em “Consultar Restituição”. Também pode ser feita no aplicativo Meu Imposto de Renda, disponível para os smartphones dos sistemas Android e iOS.

A consulta no site permite a verificação de eventuais pendências que impeçam o pagamento da restituição – como inclusão na malha fina. Caso uma ou mais inconsistências sejam encontradas na declaração, basta enviar uma declaração retificadora e esperar os próximos lotes.

Apesar do adiamento na entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física, que passou de 29 de abril para 31 de maio, a Receita Federal manteve o calendário original de restituição, com cinco lotes a serem pagos entre maio e setembro, sempre no último dia útil de cada mês.

O contribuinte receberá a restituição na conta bancária em que informou na Declaração do Imposto de Renda. Se, por algum motivo, o crédito não for realizado, como no caso de conta informada desativada, os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil.