Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Dinheiro

Governo reduz expectativa de rombo fiscal

Redação BP Moneyem 15 de outubro de 2021 15:59
  • O relatório analisa que as estimativas do déficit primário em 2021 irão apresentar um nível estável;
  • Para 2022, o rombo fiscal passou para R$ 83,1 bilhões;
  • Anteriormente, as perspectivas das receitas liquidas eram de R$1,489 trilhão para 2021 e de R$1,580 trilhão para 2022.

O Ministério da Economia diminuiu suas estimativas para o rombo fiscal do país, segundo o relatório Prisma Fiscal, divulgado nesta quinta-feira (14). As previsões para o déficit primário do governo central tanto para 2021 quanto para 2022 foram reduzidas, juntamente com as projeções de endividamento das contas públicas.

O relatório analisa que as estimativas do déficit primário em 2021 irão apresentar um nível estável, passando de R$135,1 bilhões para R$129 bilhões.

 Para 2022, o rombo fiscal passou para R$ 83,1 bilhões, ante R$ 90,0 bilhões estimados no mês passado.

Enquanto as receitas líquidas para 2021 foram elevadas R$1,508 trilhão, em 2022 obtiveram um relevo de R$1,591 trilhão. Em setembro, as perspectivas eram de R$1,489 trilhão para 2021 e de R$1,580 trilhão para 2022.
 

Relacionadas