Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Dinheiro

Governo pretende injetar R$ 20 bi em usinas a carvão

Redação BP Moneyem 15 de outubro de 2021 19:04
  • A última usina a carvão mineral financiada pelo BNDES recebeu recursos em 2015. No ano seguinte, o banco resolveu vetar repasses para esse tipo de projeto.
  • O governo pretende para renovar o parque de usinas térmicas a carvão mineral nos próximos dez anos.

O governo federal pretende desembolsar R$ 20 bilhões para renovar o parque de usinas térmicas a carvão mineral. O plano é que o investimento nessas operações seja feito nos próximos dez anos. O carvão é uma das fontes mais poluentes de matriz energética, afastando um possível financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). 

A estatal já afirmou que está fora deste investimento, afirmando que a instituição só apoiará energia limpa e que, até segunda ordem, não pretende colocar nenhum centavo naquele que é um dos principais programas energéticos do governo federal.

O Ministério de Minas e Energia (MME) afirma que a decisão do banco a respeito dos planos de renovação do parque de usinas térmicas a carvão, que anunciou em agosto, teria relação com a definição de “prioridades” de investimento, devido à “restrição de recursos” financeiros do banco.

A última usina a carvão mineral financiada pelo BNDES recebeu recursos em 2015. No ano seguinte, o banco resolveu vetar repasses para esse tipo de projeto. Neste ano, o posicionamento foi formalmente definido pela diretoria do banco, para apostar em projetos menos poluentes.
 

Relacionadas