Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Dinheiro

Crédito solicitado ao Congresso é reduzido para R$ 93,4 bi

Redação BP Moneyem 16 de outubro de 2021 10:46
  • Medida para manter regra de ouro é preocupação de Guedes;
  • Congresso recebe solicitação para reduzir crédito suplementar.

Por conta da dificuldade para aprovar um crédito suplementar de R$ 164 bilhões destinado a pagar despesas correntes, a equipe econômica irá enviar uma mensagem ao Congresso solicitando a diminuição do valor.  

Em uma tentativa de não descumprir a regra de ouro, que proíbe o governo de realizar empréstimos no mercado financeiro, o Ministério da Economia solicitará que o crédito seja de R$ 93,9 bilhões.
 
O órgão deve enviar um ofício pedindo que seja modificado o Projeto de Lei n. 9, com a justificativa de que houve melhora de arrecadação e remanejamento, além de redução de despesas, portanto o valor necessário agora é menor. 

O novo crédito, contudo, ainda está muito acima do calculado em agosto pelo relator do projeto, Hildo Rocha (PMDB-MA), que divulgou um relatório no qual autorizou empréstimos para bancar somente R$ 28,5 bilhões.  

Desde 2019 o governo não consegue cumprir a regra de ouro e vem pedindo a abertura de um crédito extra ao Legislativo. Até o atual momento o Congresso não aprovou o pedido e foi preciso remanejar R$ 70,1 bilhões de fontes como o excesso de arrecadação para fazer frente a essas despesas.

Relacionadas