Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Dinheiro

Caged: Brasil cria mais de 313 mil empregos em setembro

Luiza Gonçalvesem 26 de outubro de 2021 10:06
  • O número é resultado de 1,780 milhão de admissões e 1,466 milhão de demissões;
  • Neste ano, o aumento da vacinação no país auxiliou na retomada do comércio;
  • No acumulado do ano, o saldo é positivo de 2.512.937 novas vagas.

O Cadastro Geral de Empregado e Desempregados (Caged) registrou a criação de 313.902 empregos líquidos em setembro. Na véspera, o ministro da Economia, Paulo Guedes, havia declarado que a Receita Federal traria novos recordes, com o Caged registrando mais de 300 mil vagas no país.

Os dados foram divulgados pelo Ministério do Trabalho e da Previdência nesta terça-feira (26). O número é resultado de 1,780 milhão de admissões e 1,466 milhão de demissões. Se comparado com o mês anterior, o resultado corresponde a uma desaceleração de 14,7%.

O indicador contabiliza a criação de empregos formais, ou seja, com carteira assinada. O resultado sinaliza uma melhora na retomada da economia, se comparado com o registrado um ano antes, quando foram criadas 313.56 novas vagas.

Neste ano, o aumento da vacinação no país auxiliou na retomada do comércio, sequenciando a criação de empregos.
Além disso, vale lembrar, que é possível que esse número seja muito maior se for considerado o crescimento dos trabalhos informais no Brasil.

No acumulado do ano, o saldo é positivo de 2.512.937 novas vagas. Em 2020, com os impactos da pandemia, de acordo com o Ministério da Economia, o indicador acumulava um saldo negativo de 558.597 novas vagas.

Relacionadas