Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Dinheiro

BC: juros cobrados de empresa e famílias registram alta 

Redação BP Moneyem 26 de novembro de 2021 14:22
  • A pesquisa aponta uma alta de 2,2 ponto percentuais operações com taxas livremente definidas pelos bancos;
  • Essa é a maior taxa desde março de 2020 (33,3% ao ano);
  • No cúmulo de um ano, de acordo com o BC, as altas foram de 4,8 pontos percentuais para as pessoas físicas.

O Banco Central (BC) divulgou nesta sexta-feira (26) o aumento das taxas de juros dos empréstimos, de acordo com levantamento feito pelo Estatísticas Monetárias e de Crédito. 

A pesquisa aponta uma alta de 2,2 ponto percentuais operações com taxas livremente definidas pelos bancos, ao atingir 32,8% quando comparado aos dados de setembro, quando estava em 30,6% ao ano. Essa é a maior taxa desde março de 2020 (33,3% ao ano).

No cúmulo de um ano, de acordo com o BC, as altas foram de 4,8 pontos percentuais para as pessoas físicas e de 7,1 pontos para as empresas.

No que diz respeito às famílias, a autarquia monetária salienta os aumentos das taxas de crédito pessoal não consignado que registrou 6,2 pontos percentuais, chegando a 83,6% ao ano, em outubro; o crédito pessoal consignado para servidores públicos com 0,9 ponto percentual, com taxa de 17,9 % ao ano e por fim o cartão de crédito rotativo que atingiu 4,1 pontos percentuais; taxa de 343,6% ao ano.
 

Relacionadas