Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Criptomoedas

Bitcoin pode chegar a US$ 100 mil até fim do ano

Redação BP Moneyem 24 de outubro de 2021 9:30
  • É esperado novos recordes após o novo salto do ativo;
  • Alguns analistas acreditam que a máxima para o final deste ano ficará em torno dos US$ 90 mil;
  • “Os alvos iniciais de valorização do Bitcoin acima de US$ 65 mil estão próximos a US$ 72.500, depois US$ 89 mil", declarou, em relatório, a Fundstrat.

O bitcoin perdeu o fôlego após alcançar sua máxima de quase US$ 67 mil (R$ 348,4 mil) na quarta-feira (22), mas apesar disso, estrategistas sinalizam que a próxima valorização pode levar a criptomoeda a cotar US$ 100 mil (R$ 520 mil) até o final de 2021.

Com a chegada do novo ETF (fundos negociados em bolsa) de futuros de bitcoin nos Estados Unidos, as expectativas de alguns analistas, incluindo o CEO da BitMEX, Alexander Hoppner, é para novos recordes.

O CEO comentou sobre essa possível movimentação em entrevista à Bloomberg Television na última sexta-feira (22).

O salto das criptomoedas veio após o ETF nos EUA, que tem sido alimentado pelo investimento institucional contínuo, além de possíveis aquisições pelas “baleias”, como são chamados grandes investidores, de acordo com o InvestNews.

Vale lembrar que nem todos os analistas aguardam os US$ 100 mil, alguns acreditam que a máxima para o final deste ano ficará em torno dos US$ 90 mil (R$ 468 mil).

“Os alvos iniciais de valorização do Bitcoin acima de US$ 65 mil estão próximos a US$ 72.500, depois US$ 89 mil, e definitivamente ao alcance com a ruptura de picos anteriores”, declarou, em relatório, a Fundstrat.

Relacionadas