Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Opiniões

Proventos: O que são e como ganhar dinheiro com eles?

Thais Andradeem 29 de junho de 2021 22:44

    Ao comprar ações de uma empresa, o investidor se torna sócio da companhia e além ter a possibilidade de lucrar com a valorização dos ativos, ele também consegue lucrar com o recebimento de proventos!

    Além das ações, alguns outros tipos de ativos também pagam proventos a quem os possui. As cotas de fundos imobiliários (FIIS) e de direitos creditórios (FIDC) são exemplos.

    O que são proventos?

    Os proventos são os benefícios distribuídos pelas empresas aos seus acionistas. Em geral, são formas de remuneração baseadas em capital efetivo (dinheiro) entregue aos sócios ou em novas ações emitidas pela própria companhia.

    Tipos de proventos

    1. Dividendos

    Os dividendos representam a distribuição de uma parte do lucro líquido da empresa. Cada investidor recebe um valor proporcional ao tipo e ao número de ações que possui. É importante saber que esse tipo de provento é isento de Imposto de Renda (IR).

    Os fundos imobiliários são os mais conhecidos por distribuir dividendos frequentemente. É comum que o compartilhamento de lucro seja mensal. Além disso, eles são obrigados por lei a dividir a maior parte dos seus ganhos com os cotistas.

    2. Juros sobre capital próprio (JSCP)

    Tanto os dividendos quanto os juros sobre capital próprio são pagos em dinheiro. O valor é recebido na conta que o investidor utiliza para realizar as operações de compra e venda de ações.

    Para os investidores, na prática, há apenas uma diferença entre dividendos e JSCP. Os dividendos são isentos de Imposto de Renda (IR), já nos juros sobre capital próprio há incidência de IR.

    3. Bonificação

    A bonificação é paga com novas ações da empresa e não em dinheiro de fato. Dessa forma, a companhia decide transformar parte do seu lucro em reservas de capital social, emitindo novas ações.

    Por exemplo, um investidor tinha 100 ações determinada empresa, ganhou uma bonificação de 10 ações e agora possui 110 ações.

    4. Direito de subscrição

    O direito de subscrição também funciona a partir da emissão de ações. Mas a particularidade é que elas não vêm gratuitamente.

    Esse tipo de provento acontece quando uma companhia decide aumentar seu capital social. Então, ela precisa dar a preferência de aquisição para os acionistas atuais.

    O direito de subscrever consiste em comprar os novos papéis com prioridade e desconto. Os acionistas ou cotistas podem fazer isso na proporção das ações e cotas que já possuem, justamente para que tenham a possibilidade de manter sua participação na empresa inalterada, caso queiram.

    Conclusão

    Antes de investir em qualquer ativo, é necessário ter atenção quanto a política de distribuição de proventos que o ativo possui, pois os proventos funcionam como uma boa forma de renda passiva!

     

    Relacionadas