Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Aprenda

Saiba o que é Ebitda e qual sua importância

Brenda Roberta em 27 de outubro de 2021 18:15
  • O indicador é responsável por marcar o lucro de uma companhia antes de serem descontados o que a empresa gastou em juros e impostos;
  • O recurso é utilizado por investidores e analistas de mercado para avaliar empresas de capital aberto;
  • Através dele se encontram os dados gerados pela organização por meio das atividades operacionais, sem considerar efeitos contábeis.

Um dos fatores que mais tomam atenção de investidores no momento de avaliar uma ação é o Ebitda, sigla que representa termo em inglês “earning before interests, taxes, depreciation and amortization”, na tradução significa lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização, por isso também chamado de LAJIDA.

O indicador é responsável por marcar o lucro de uma companhia antes de serem descontados o que a empresa gastou em juros e impostos, e perdeu em depreciação e amortização.

O recurso é utilizado por investidores e analistas de mercado para avaliar empresas de capital aberto. Através dele se encontram os dados gerados pela organização por meio das atividades operacionais, sem considerar efeitos contábeis.

Desta forma, diferente do lucro líquido, a avaliação do indicador que mapeia a geração operacional de caixa da empresa, observando se o negócio é rentável e sustentável. Permitindo, assim, a possibilidade de observar a evolução de um resultado operacional ao longo do tempo.

Faz-se importante salientar que o Ebitda não é o único instrumento que avalia empresas na bolsa de valores. Alavancagem e lucros, são exemplos de outras informações que são interessantes para a análise. 

Outro destaque relevante é de que a LAJIDA se concentra apenas na atividade operacional e desconsidera efeitos financeiros não recorrentes, como por exemplo o pagamento ou recebimento de juros ou benefícios fiscais temporários.

O indicador tem fundamental importância pois ao analisar uma companhia, informações como do desempenho são necessárias para classificar o potencial da empresa.  Eliminando os efeitos dos financiamentos e das decisões contábeis, é mais fácil mensurar a eficiência do negócio, isto é, seu desempenho em determinado período.

A evolução deste indicador permite aos investidores interessados em comprar ações verificarem quais empresas de um mesmo segmento são mais eficientes e merecem receber o seu dinheiro. 

Não é possível a utilização do EBITDA na análise de todas as companhias. Bancos, seguradoras e outras instituições financeiras que possuam atividade principal relacionada a operações financeiras, uma vez que excluindo esses itens do cálculo, não irá colaborar na descoberta do nível de eficiência dessas organizações.
 

Relacionadas