Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Aprenda

OPA: o que é e como afeta investidores?

Luiza Gonçalvesem 26 de outubro de 2021 14:26
  • A OPA é realizada quando uma empresa recompra suas ações, fechando seu capital;
  • A OPA pode ser voluntária ou obrigatória;
  • Se por algum motivo 10% ou mais dos acionistas decidirem não aceitarem a OPA, é realizada uma Assembleia.

A oferta pública de aquisição (OPA), ou no termo em inglês Public Acquisition Offer, é o contrário da oferta pública inicial de ações (IPO). Pois enquanto tem o intuito de inserir os papéis da companhia no mercado, enquanto a outra pretende retirar esses ativos.

A OPA é realizada quando uma empresa recompra suas ações, fechando seu capital. Muitas vezes as instituições optam por essa operação para concentrar sua gestão.

Quando é decidido realizar a OPA, a companhia deve publicar um fato relevante, após a publicação ela terá até 30 dias para solicitar o fechamento do capital à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que deve responder em até 60 dias.

Caso a operação seja aprovada, será feita análise para encontrar um valor que seja justo para os papéis e fica a critério dos acionistas aceitar ou não. Se por algum motivo 10% ou mais dos acionistas decidirem não aceitarem, é realizada uma Assembleia, exclusivamente de acionistas minoritários, para deliberar sobre uma nova avaliação.

Vale destacar que, se porventura, o resultado da nova avaliação for igual ou inferior ao preço utilizado por ação na OPA, os acionistas que votaram favoravelmente ou tomaram à iniciativa para a realização da Assembleia terão de arcar com os custos incorridos pela empresa referentes à avaliação.

Os valores não irão se referir, somente, aos custos do avaliador, mas também as publicações, convocação da assembleia, ata da reunião, entre outros.

Contudo, se a avaliação for melhor que o preço utilizado na OPA, ela prevalecerá.

A OPA pode ser voluntária ou obrigatória. Esta primeira ocorre quando os detentores das ações concordam em participar da operação.

Além disso existem outros tipos, confira:

Cancelamento de registro
Ocorre quando a empresa não pretende mais ser uma companhia aberta e é obrigada a recompor seus papéis em negociações.

Aquisição de controle
Essa modalidade ocorre quando a empresa tem o objetivo de comprar uma companhia que está com o capital pulverizado no mercado, pois possui ações negociadas na bolsa.

Alienação ou tag along
Neste caso, a operação é obrigatória quando há a troca do controlador da empresa.

Os acionistas minoritários que possuem ações com direito a voto podem exigir que o novo controlador da empresa compre os papéis de emissão da companhia que eles possuem. O preço a ser pago deve responder, no mínimo, a 80% do valor da ação.

OPA por aumento de participação
Ocorre quando o acionista controlador adquire um montante de ações, da própria companhia, que impeçam a liquidez de mercado dos papéis remanescentes. Neste caso, ele será obrigado a realizar a OPA por aumento de participação.

Relacionadas