Logo BP Money
Bolsas americanas têm quarta semana de alta
Ikea inaugura primeira loja na América do Sul
Aprenda

Conheça os tipos de fundos imobiliários

Os fundos imobiliários são um investimento que funciona como uma comunhão de recursos destinados à aplicação em ativos relacionados ao mercado imobiliário

por Redação BP Money

26 de dezembro de 2021 12:00Atualizado em: 31 de maio de 2022 11:32
Conheça os tipos de fundos imobiliários
Foto: Reprodução

Você já ouviu falar em FIIs, os fundos imobiliários? É uma modalidade de investimento que funciona como uma comunhão de recursos destinados à aplicação em ativos relacionados ao mercado imobiliário.

Em resumo, a ideia é que o dinheiro seja utilizado para construção ou aquisição de imóveis, que serão alugados ou vendidos, tendo os ganhos obtidos com essas operações como retornos divididos entre os participantes, de acordo com o que cada um aplicou. 

Nesta matéria vamos explicar um pouco quais são os tipos e como se caracterizam os fundos imobiliários. Confira:

Fundos Tijolo

Os fundos tijolo são aqueles que investem em imóveis já construídos e funcionais, com o objetivo de viabilizar que esses imóveis  gerem mais renda, por meio de aluguéis e através de melhorias físicas ou de administração. 

Nesse tipo de fundo imobiliário, o principal risco é o de vacância, diante de uma eventual perda de inquilinos, o que faz com que a renda com que o aluguel caia, impactando nos rendimentos. Entretanto, alguns contratos de aluguel dos imóveis, que compõem as carteiras de fundos imobiliários, podem ser a longo prazo.

Entre os tipo de imóveis nos quais os fundos de tijolo costumam investir estão shopping centers, lajes corporativas, galpões industriais, agências bancárias e outros. 

Fundos de desenvolvimento

Os fundos de desenvolvimento investem na construção de imóveis para venda, sendo assim, o lucro é obtido frente a diferença entre o preço da construção e a venda dos imóveis no mercado. Essa modalidade é de alto risco devido aos problemas que podem ocorrer durante a construção.

Porém, a rentabilidade desses fundos tende a ser maior do que os demais. Eles também costumam oferecer uma renda mínima aos cotistas durante o processo de construção dos imóveis.  

Fundos de compra e venda

Os fundos de compra e venda tem o objetivo de comprar unidades quando o mercado está recuando para serem vendidas na alta. Sendo assim, o desempenho dessa modalidade depende das circunstâncias econômicas. 

Fundos de recebíveis imobiliários

Esse tipo de fundo imobiliário é o que está mais próximo de um fundo de renda fixa, mas continua sendo de renda variável e com negociação de cotas em bolsa. Mas onde está a diferença? No caso dos fundos recebíveis imobiliários, o portfólio pode ser mais estável, por investir em títulos de renda fixa usados para captação de recursos voltados ao mercado imobiliário. 

Os principais títulos são os certificados de recebíveis imobiliários (CRI), emitidos por empresas securitizadoras para financiar empreendimentos imobiliários, além de títulos emitidos por bancos, como letras de crédito imobiliário (LCI) e das letras hipotecárias (LH).

Fundos de Fundos

Os fundos de fundos são aqueles que investem em outros fundos imobiliários, sendo bastante diversificados e que atendem perfis de risco. Essa modalidade é ideal para os investidores que não querem ter que escolher quais fundos irão montar sua carteira, deixando para um gestor essa decisão.