Logo BP Money
Criptomoedas: 51% dos latino-americanos já utilizaram ativos digitais, aponta pesquisa da Mastercard
AliExpress anuncia ampliação no número de voos para o Brasil
Aprenda

Bovespa Mais: conheça este tipo de acesso a Bolsa de Valores brasileira

Seu objetivo é fomentar o desenvolvimento da governança corporativa em organizações que pretendem entrar no mercado

por Redação BP Money

20 de maio de 2022 10:39Atualizado em: 31 de maio de 2022 9:32
Bovespa Mais: conheça este tipo de acesso a Bolsa de Valores brasileira

O Bovespa Mais é um segmento específico de acesso à Bolsa de Valores brasileira. Seu principal objetivo é fomentar o desenvolvimento da governança corporativa em organizações que pretendem entrar no mercado de capitais. 

A governança corporativa tem como objetivo garantir maior transparência, ética e segurança para a relação entre companhias e investidores. A Bovespa Mais concede às empresas o direito de serem registradas como companhia de capital aberto e de estarem listadas na Bolsa, enquanto o IPO (Oferta Pública Inicial) pode ser adiado.

Isso quer dizer que, entre a estreia na Bolsa e o IPO, podem existir intervalos longos, de acordo com o grau de preparação de cada organização para tal. 

Requisitos para se enquadrar na Bovespa Mais

Para permanecer no segmento, as companhias devem se enquadrar e preencher alguns requisitos. Em sua maioria, eles estão ligados a questões de governança corporativa. Confira abaixo na íntegra:

- A emissão exclusão de ações ordinárias para negociação, de modo que o direito a voto ligado a elas seja um instrumento importante de poder aos acionistas minoritários; 

- E as ações preferenciais, que não dão direito a voto? Bom, se já houverem sido emitidas, devem ser conversíveis para ações ordinárias;

- O direito assegurado ao “tag along”, isto é, o direito de acionistas minoritários se juntarem a uma negociação das ações feita pelos acionistas majoritários e, assim, vender as suas cotas sob as mesmas condições;

- Em casos de saída do segmento ou de cancelamento de registro de companhia aberta, é obrigatório realizar uma Oferta Pública de Aquisição (a OPA) para as ações em circulação, se valendo, no mínimo, pelo valor econômico;

- Em casos de conflitos societários, a companhia se compromete a aderir e a recorrer à Câmara de Arbitragem do Mercado;

- O período máximo para se atingir o free float (quando a quantidade mínima de 25% das cotas da empresa estão em livre circulação no mercado de ações) é de 7 anos;

- A composição de um conselho de administração com, no mínimo, 3 membros, que podem ser independentes ou não.

Como investir em empresas no Bovespa Mais?

Para negociar as ações de uma empresa listada no Bovespa Mais, o investidor precisa seguir apenas os procedimentos tradicionais. Ou seja, entre no Home Broker, localize os códigos de negociação dessas companhias, emita ordens de compra ou venda. Esse processo poderá ter eventuais custos, como taxa de corretagem, taxa de administração, custódia, emolumentos, entre outros. 

No entanto, vale salientar que essas empresas geralmente emitem títulos com baixa liquidez, já que ainda estão iniciando no mercado e passam a chamar atenção dos investidores. 

Como os títulos do Bovespa Mais são conhecidos por terem aplicações melhores para médio e longo prazo, é imprescindível considerar esse ponto, já que os mesmos são raros. 

Mas como deixar de ser listada no Bovespa Mais?

O principal fator que faz uma empresa deixar de ser listada no Bovespa Mais é se a mesma não seguir todos os requisitos determinados pela B3. Outro ponto é se elas ascenderem aos demais graus de listagem, como o Novo Mercado. 

De acordo com o Portal Mais Retorno, são desenhas duas possibilidades no primeiro caso: não ter atingido o free float no prazo devido ou ter acumulado prejuízo.

Para que isso ocorra, o prejuízo deve durar um período de cinco anos consecutivos e, aliado a isso, ter um patrimônio líquido negativo nos últimos três anos, ou vice-versa. 

Para a retirada do Bovespa Mais o processo a ser feito é a OPA (Oferta Pública de Aquisição) e o cancelamento de seu Contrato de Participação no segmento.