Privacidade e cookies: Utilizamos cookies no nosso website para melhorar o desempenho e a sua experiencia como utilizados.Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso. Visite nossa Política de Cookies para saber mais.
Ícone do aplicativo na loja

BP Money

Grátis na App Store

Abrir

Anuncie

'Para bom investidor é fundamental saber diversificar riscos', diz Indie Capital

Tamara Cardosoem 24 de agosto de 2021 14:33
  • Dez empresas em capital de risco são avaliadas em metade do capital;
  • Eventos de cauda não são elaboradas na maioria das análises;
  • É fundamental pensar de maneira probabilística e saber diversificar riscos;

Dez empresas apoiadas por capital de risco são avaliadas em metade do capital implantado na indústria. Particularmente mais bem-sucedidas - as caudas - tornam-se empresas públicas, e é fácil medir a importância dos retornos finais para tais mercados. A ponderação consta em análise da Correlation Ventures. 

As bolsas americanas têm destaque nesse efeito, resultando em 2017 um aumento de 22% no S&P500, mas um quarto desse desempenho veio de 5 empresas – Amazon, Apple, Facebook, Boeing e Microsoft. Em comparação, o Nasdaq 100 efetiva-se muito mais, apresentando um proveito de 32%. No entanto, cinco dessas empresas replicaram por 51% dessa restituição, e vinte e cinco empresas foram encarregados do 75% geral. 

Os chamados tail risk events, o termo Black Swan, por Nassim Taleb, ou eventos de cauda, que não são elaboradas na maioria das análises pelos agentes financeiros, são processadas discorrendo os eventos inclusos em um intervalo de confiança com probabilidade de sobrevir determinada porcentagem baixa. Por consequência, os indivíduos que exercem em planos de cauda que elaboram resultados de cauda, têm carreiras de cauda. Segundo, Warren Buffett, o mesmo obteve de 400 a 500 ações ao longo da sua vida e conquistou a maior parte do seu dinheiro com 10 delas. 

Igualmente vale para Benjamin Graham, autor do Investidor Inteligente, uma das mais importantes obras sobre capital, no qual, ressalta que os rendimentos armazenados desde o princípio desta diferente definição de investimento ultrapassaram o montante de todos os executados de 20 anos extensos de operações amplas nas campanhas dos associados, contestando diversas observações. 

Para a Indie Capital, existem dois aprendizados principais: a força dos “feedback loops”, dinâmica na qual os vencedores conseguem acesso às melhores oportunidades e, assim, se tornam ainda mais vencedores; e que mesmo quando bem executadas, há coisas que não irão funcionar. Em razão disso, para um bom investidor, é fundamental pensar de maneira probabilística e saber diversificar riscos.

Relacionadas